Palmeiras fez "contrato" de um mês e viu jovem ser negociado com o Real

Dassler Marques, José Edgar de Matos e Karla Torralba

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Reprodução/Twitter

    Um mês de Palmeiras: Rodrigo tem o Edu, ex-São Paulo e Betis, como empresário

    Um mês de Palmeiras: Rodrigo tem o Edu, ex-São Paulo e Betis, como empresário

O jovem Rodrigo Farofa, de apenas 17 anos, foi negociado com o Real Madrid pelo Novorizontino após uma passagem relâmpago pelo Palmeiras. Com a camisa alviverde, em aproximadamente um mês, o atacante se destacou no Mundial Sub-17, despertou a atenção dos espanhóis e sequer retornou para prosseguir a trajetória até então recém-iniciada na Academia de Futebol.

Rodrigo chegou ao Palmeiras credenciado por bons números com o Novorizontino – anotou 14 gols no Paulistão da categoria. Sem o paraguaio Gabriel Aníbal, que se encontra em preparação com a seleção do país para o Mundial, o clube alviverde firmou um acordo de experiência de apenas um mês com o jogador, que passaria por uma análise. Não há qualquer registro do compromisso na CBF.

Só que, em cinco jogos no Mundial de Clubes da categoria, Rodrigo anotou cinco gols e se destacou. O Palmeiras, que possuía opção de compra, acabou como vítima do próprio contrato de curta duração. O Real Madrid se interessou, entrou em contato com o Novorizontino e acertou a compra do jogador para abril de 2018, quando o atleta completará 18 anos.

A passagem relâmpago do futuro jogador do Real Madrid despertou críticas dentro do clube alviverde. Pelo lado do Novorizontino, o presidente Genilson da Rocha Santos apontou o Palmeiras como um "parceiro" em relação a Rodrigo, que retorna ao time do interior para disputar a Copa Paulista e a Copa São Paulo do ano que vem.

Reprodução/Facebook
Rodrigo retorna ao Novorizontino antes de ir em definitivo para o Real Madrid em 2018

"Caso aparecesse algo maior ou melhor para o Novorizontino, o Palmeiras tinha um acordo. Cumprimos este acordo. O Palmeiras ficou como um parceiro na negociação, mas o direito do atleta é do Novorizontino. Ele não chegou a se transferir para o Palmeiras, foi uma parceria", declarou ao UOL Esporte.

Conselheiros da oposição ao presidente Mauricio Galiotte reclamam do fato de o Palmeiras servir apenas como uma "ponte" para a negociação do Novorizontino. O time alviverde reitera que a passagem do jogador ocorreu por uma "urgência", com a ida de Anibal para a seleção paraguaia.

O negócio é visto de maneira positiva dentro do clube, apesar do valor baixo de apenas R$ 1 milhão a ser recebido – pela "quebra" da preferência de compra acordada anteriormente com o Novorizontino.

O pouco tempo com Rodrigo, que desembarcou no clube apenas 20 dias antes do início do Mundial disputado no mês passado na região metropolitana de Madri. A revelação se encontra na Espanha para exames médicos e deve assinar por seis anos com o clube merengue, que recentemente fez uma negociação parecida para levar Vinicius Junior, do Flamengo, somente em 2018. 

O Palmeiras acabou eliminado na semifinal para o Benfica, que perdeu na decisão para o Real Madrid, futuro clube do jovem de passagem relâmpago pela Academia de Futebol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos