Villarreal manda diretor ao Brasil e põe Edigar Junio no radar

Marcus Alves

Colaboração para o UOL, em Lisboa (Portugal)

  • Marlon Costa/Futura Press/Estadão Conteúdo

O Villarreal enviou o seu chefe de olheiros Rafa Juanes ao Brasil atrás de reforços que não custem caro aos cofres e possam trazer retorno técnico e também financeiro. Um dos nomes que agradou ao clube foi o do atacante Edigar Junio, destaque do Bahia em sua arrancada para fugir da zona de rebaixamento e brigar por uma vaga na Libertadores. Ele marcou nove gols nas últimas oito rodadas e, ao todo, soma 11 no Brasileirão.

Os espanhóis estudam uma investida pelo atacante de 26 anos na reabertura da janela de transferências, em janeiro. Pesa contra ele apenas a sua idade um pouco mais avançada para o mercado europeu. Nenhum contato oficial foi realizado ainda com o tricolor baiano. O seu contrato se encerra em 2019.

Essa não seria a primeira experiência de Edigar na Espanha. No início da sua carreira, ele chegou a se aventurar e foi aprovado em testes em clubes menores como Europa e Centre d'Esportes L'Hospitalet, mas retornou para casa por não possuir passaporte comunitário e ter de se casar com uma espanhola.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos