Susana diz que evitou adeus de J. Cesar após 7 a 1 e que TV ficou pra trás

Marcus Alves

Colaboração para o UOL, de Lisboa (Portugal)

  • Reprodução/Instagram

"Mostraria, sem dúvida, Cascais de carro, faria um belo passeio de tuk tuk pelos 'miradouros', Chiado, Graça, Alfama, Príncipe Real, Alcântara e Belém".

Se tivesse apenas um dia, é assim que Susana Werner apresentaria Portugal, destino da moda na Europa, aos brasileiros. E a atriz, modelo e agora empresária fala com propriedade: ela mora em Lisboa desde 2014, deixou de lado a televisão e, entre outros projetos, faz consultoria para quem está atravessando o Oceano Atlântico e redescobrindo os lusitanos atrás de um novo horizonte.

Uma ideia que surgiu após se encantar com a "nova casa" em uma mudança que exigiu convencer o marido Julio Cesar, goleiro do Benfica, a não se aposentar ao fim da Copa do Mundo de 2014 e do 7 a 1 para a Alemanha.

"Na verdade, ele queria parar e eu achei que ele era muito novo para tal. Dito e feito. Ele continuou, ganhou três títulos (portugueses) e conquistou o coração dos (torcedores) benfiquistas", conta Susana, em entrevista ao UOL Esporte.

Naquele momento, o ex-flamenguista encontrava-se desiludido com o fim de sua carreira na seleção brasileira e pretendia dar adeus aos gramados. A família teve papel fundamental para que repensasse a decisão. "Ter uma base familiar é importantíssimo para o crescimento pessoal, profissional e financeiro de uma pessoa e, a meu ver, o Julio descobriu isso cedo", prossegue.

Depois disso, o atleta de 38 anos se reencontrou no Estádio da Luz, teve o contrato renovado até o fim da atual temporada e participou da campanha do tetracampeonato português. Atualmente na reserva do belga Svilar, tem o futuro indefinido e não descarta se retirar dos gramados. Ele esteve, inclusive, representando o Benfica recentemente na Web Summit, uma das maiores feiras de tecnologia do mundo.

O casal, no entanto, não pensa em deixar Lisboa e o seu próximo destino pode estar em outra área. "Já compramos a nossa (casa) e o Julio tem alguns projetos por aqui, mas ainda são apenas projetos, uma vez que ele tem um contrato e tem que estar concentrado nos jogos. Ele tem feito alguns investimentos por aqui e está curtindo esse meio de 'remodelações' de apartamentos velhos", explica Susana Werner.

Reprodução/Instagram

O mercado local está efervescente, com um boom imobiliário que tem provocado a disparada dos preços e o investimento cada vez maior de estrangeiros. Ao mesmo tempo também, uma chance de ouro para acomodar esse novo público que chega.

"Eu já faço essa consultoria. Tenho um escritório com três amigas trabalhando comigo para um projeto interessante, que visa ajudar as pessoas a se encontrarem por aqui, em todos os aspectos. Por enquanto, estou apenas postando alguns locais que acho interessante e atendendo alguns amigos através de parcerias que estão nascendo", afirma Susana Werner, que possui quase 500 mil seguidores em sua conta no Instagram (@susanawerner), abriu uma outra recentemente voltada para dicas de Portugal (@susanawerneremportugal) e deixou a televisão definitivamente no passado.

"Não tenho vontade de trabalhar na TV, fico muito presa, mas posso lançar um canal no YouTube dando dicas relacionadas a Portugal, por exemplo", continua. "Chegam muitos brasileiros a cada dia (a Lisboa) com esperança de uma vida melhor. A cidade está cheia de gente do mundo todo. Adoro! Me dá a sensação de que as coisas estão em desenvolvimento, crescendo em todos os aspectos", completa.

Na década de 90, Susana trabalhou em "Malhação", da TV Globo, e também em novelas e minisséries da emissora. Ela ainda participou do filme "Deus É Brasileiro", com Antonio Fagundes e Wagner Moura.

Mesmo na reserva do Benfica, Julio Cesar mantém, por sua vez, um papel importante dentro do vestiário, ciceroneando o compatriota Gabigol, que enfrenta dificuldades para deslanchar, e também como mentor da promessa Svilar. Em quase quatro anos, o brasileiro conquistou a todos no clube, inclusive, o presidente Luis Filipe Vieira.

"O Julio é super extrovertido, brincalhão e acaba conquistando a todos com seu jeito natural e amigo, não foi diferente com o presidente. Além disso, o Julio o trata igual a qualquer outro amigo, ele não diferencia as pessoas, é o que é sempre, o que faz dele uma pessoa ímpar. Ele detesta aparecer, não curte dar entrevistas, não curte Instagram e Facebook, portanto, já demonstra ser diferente. Ele gosta é de ter amigos, falar besteira, se divertir", descreve Susana.

Reprodução/Instagram

Sem conseguir "ficar parada em casa", ela concilia o projeto de consultoria com o mundo da moda por meio da loja Queen's Life Boutique, que vende roupas e acessórios.

"Estou à procura de um espaço maior, sim, mas ainda não encontrei. Tenho grandes projetos, mas dou um passo de cada vez. Estou estudando marcas, aprendendo mais sobre esse mercado da moda, que é novo para mim", revela Werner, que ainda tem de se dividir entre os filhos Giulia e Cauet, que tenta seguir os passos do pai nos Belenenses.

"Cauet sonha com isso e estamos ajudando-o neste sonho, mas o deixamos bem à vontade para ganhar seu espaço. Ele foi atrás deste clube sozinho, mandou e-mail, fez teste e hoje integra o time, mas sabe que tem que trabalhar muito para chegar lá, aliás, só por ser filho de jogador, vai ter que trabalhar dobrado, a cobrança é maior", finaliza.
 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos