Galiotte admite pressão em Lucas Lima, mas ressalta: "É jogador de seleção"

Bruno Grossi e Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • Ricardo Saibun/Santos FC

    Lucas Lima vai reforçar o Palmeiras em 2018

    Lucas Lima vai reforçar o Palmeiras em 2018

Maurício Galiotte reconheceu que Lucas Lima vai ser pressionado na sua chegada ao Palmeiras, mas trata o tema com normalidade. Segundo ele, qualquer atleta que jogue no Alviverde será muito cobrado e as provocações recentes fazem parte do futebol. 

Em entrevista no 2º Congresso Brasileiro de Direito Desportivo, o presidente palmeirense usou a mesma expressão que a TV do clube adotou para apresentar a contratação do meia.

"Vai ser pressionado, mas o torcedor do Palmeiras vai cobrar sempre. Qualquer jogador seria o mesmo. Mas o Lucas Lima é jogador de seleção, ele não vai ter dificuldades para driblar isso e mostrar seu talento", afirmou.

"As provocações são coisas do futebol, ele até fez para tentar desestabilizar os nossos próprios jogadores. Mas ele será muito bem recebido", completou.

Sobre as contratações, o cartola não quis comentar sobre as chegadas de Weverton e Rafinha e disse que o clube pretende fechar a temporada de contratações ainda em dezembro, com mais dois jogadores no máximo. Diogo Barbosa, Emerson Santos e Lucas Lima já foram anunciados.

Na mesma entrevista, Galiotte ainda confirmou que o Palmeiras está conversando com a Adidas por uma renovação e admitiu que pedirá aumento no valor do contrato por uma renovação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos