Corinthians freia interessados e Marquinhos Gabriel diz não a empréstimo

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Ale Cabral/AGIF

    Carille aposta em Marquinhos Gabriel para a próxima temporada

    Carille aposta em Marquinhos Gabriel para a próxima temporada

Reserva, sim. Dispensável, definitivamente não. 

Apesar dessa condição, Marquinhos Gabriel dificilmente deixará o Corinthians no próximo ano. Nos últimos dias, o meia de 27 anos recebeu sondagens de Bahia e Fluminense, que conversam com a direção corintiana por trocas que envolvem, respectivamente, o lateral Juninho Capixaba e o meia Gustavo Scarpa. O interesse de outras equipes serviu para fortalecer a ideia de permanência de Marquinhos, visto como um jogador importante por Fábio Carille. 

Internamente, por meio de seu estafe, Marquinhos Gabriel também descartou deixar o Corinthians nessas condições, por empréstimo. Ele possui contrato válido por mais dois anos e meio e um salário considerado alto para os padrões do futebol brasileiro, acima do patamar de R$ 300 mil.

A troca do Parque São Jorge por qualquer outra equipe, em meio a um vínculo longo, não é visto como algo possível por Marquinhos. Além disso, a avaliação com base no cenário atual é que uma proposta de transferência em definitivo para outra grande equipe dificilmente irá chegar para ele. 

A temporada 2017, com títulos do Paulistão e do Brasileiro, no final das contas, foi positiva para o jogador. Diferentemente de Marlone, Guilherme e Giovanni Augusto, que ao lado dele sofriam com críticas da torcida pelas decepções do ano anterior, Marquinhos Gabriel reconquistou a confiança. Nem mesmo o pênalti perdido na eliminação da Copa do Brasil, diante do Internacional, fez o meia mudar os planos de ganhar importância dentro do Corinthians.  

Houve, dentro desse percurso, um limitador importante e que diz respeito à parte física. Marquinhos só atuou em exatamente metade dos jogos do Corinthians na temporada - 34 de um total de 68. No período, deu quatro assistências e marcou três gols. Um deles, no jogo em que o time levantou a taça contra o Atlético-MG, chamou a atenção pela beleza. 

Sem conseguir regularidade em campo, já que os problemas ocorreram no início, no meio e no fim do ano, o meia acabou tendo suas participações restringidas pelas lesões. A mais complicada ocorreu nos primeiros meses do ano e deixou-o afastado durante quase todo o Paulista, obrigando a uma cirurgia. Para 2018, tem o voto de confiança de Carille, que avalia Marquinhos como um jogador capaz de dar um salto considerável na temporada que vem. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos