Palmeiras reforça que relação é boa e fala em ajuda "retroativa" da Crefisa

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco/Fotoarena

    Mauricio Galiotte, presidente do palmeiras, observa a presidente da Crefisa, Leila Pereira

    Mauricio Galiotte, presidente do palmeiras, observa a presidente da Crefisa, Leila Pereira

Embora não tenha acionado a Crefisa por ajuda em nenhuma das contratações desta temporada, o Palmeiras não descarta recorrer à patrocinadora por um suporte "retroativo". O clube diz que a relação com Leila Pereira é excelente e que o acordo poderá ser feito depois das compras de Weverton, Lucas Lima e Diogo Barbosa terem sido efetivadas. Enquanto isso, a instituição financeira tem se colocado à disposição em entrevistas e sempre reforça que analisa caso a caso a chance de injetar dinheiro extra no clube.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, leia a coluna De Primeira.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos