Cavalieri recebeu Whatsapp e soube de dispensa no Flu por telefone

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Jeferson Guareze/AGIF

    Diego Cavalieri não esperava notícia da dispensa no Flu

    Diego Cavalieri não esperava notícia da dispensa no Flu

Da lista de oito nomes dispensados pelo Fluminense, Diego Cavalieri é quem mais chama atenção. Campeão brasileiro pelo clube em 2012 e com mais de 300 jogos com a camisa do clube, o goleiro foi surpreendido com a notícia.

Na última quarta-feira, o jogador recebeu uma mensagem por meio do aplicativo Whatsapp com um interlocutor do Fluminense, que disse que tinha um assunto a tratar. Nenhum outro contato foi feito até que um dirigente da alta cúpula tricolor ligou no dia seguinte com a notícia do fim do vínculo.

O Fluminense, que já tinha avisado aos demais que não estavam mais nos planos, confirmou a "barca" em seu site oficial poucos minutos depois. Revoltado com o que considerou uma falta de respeito com um jogador com a sua trajetória, Cavalieri revelou a pessoas próximas a dificuldade que será se recolocar no mercado a poucos dias do final do ano.

As partes deverão sentar para resolver questões legais e burocráticas em breve, mas, sem acordo que contemple as duas partes, o caso poderá ter desdobramentos na Justiça do Trabalho. Com contrato até dezembro de 2019, Cavalieri tinha um dos maiores salários do elenco e um aumento progressivo em seus vencimentos.

"Não recebi nenhum comunicado do Fluminense ainda, mas creio que conversaremos semana que vem. Não vejo pré-disposição para o litígio, mas nada pode ser descartado", disse ao UOL Esporte Breno Tanure, advogado do goleiro.

Se o atleta cumprisse até o último dia o seu acordo, o Flu teria desembolsado algo em torno de R$ 10 milhões até lá, quantia incompatível com o atual poder financeiro dos tricolores. O UOL Esporte já havia informado que ele não estava mais nos planos do clube.

A dispensa em massa de atletas esquentou ainda mais o conturbado ambiente das Laranjeiras. Se economiza em um primeiro momento, o Tricolor poderá ter outros problemas em um futuro bem próximo por conta do episódio.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o Fluminense informou que não falaria sobre o assunto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos