Corinthians corre por reforços e montagem de grupo já é mais lenta que 2017

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

    Corinthians se reapresentou nesta quarta-feira com 35 jogadores no elenco

    Corinthians se reapresentou nesta quarta-feira com 35 jogadores no elenco

O Corinthians está de malas prontas rumo aos Estados Unidos para a disputa da Florida Cup, torneio amistoso que serve como preparação para a temporada 2018. A três dias da viagem, porém, a diretoria ainda corre para incluir reforços na lista de relacionados.

Até agora, um mês depois da última partida da temporada 2017, o Corinthians acertou com três jogadores, e apenas um de forma oficial: o atacante Júnior Dutra. O volante Renê Júnior deve assinar contrato nesta quinta-feira e viajará com o elenco para a Flórida.

Na quarta, o clube chegou a um acerto com o Bahia pelo lateral esquerdo Juninho Capixaba e agora busca inclui-lo na relação de atletas. O jogador de 20 anos ainda precisa fazer exames médicos e assinar documentos.

Com essa lista enxuta de novidades, a montagem do elenco corintiano para 2018 está mais lenta que a da temporada passada, quando o Corinthians viajou aos Estados Unidos com seis jogadores contratados na relação de 30 nomes. Nos meses seguintes, a avaliação de membros da diretoria considerava que a preparação do grupo para 2017 tinha sido feita 'às pressas'.

Hoje, o clube atua no mercado com o gerente Alessandro Nunes e o próprio presidente Roberto de Andrade, pois Flávio Adauto deixou o cargo de diretor para se juntar ao candidato Paulo Garcia, que vai concorrer à presidência do Corinthians no próximo dia 3.

Em janeiro de 2016, a lista corintiana tinha os volantes Paulo Roberto, Gabriel e Fellipe Bastos, além dos atacantes Jô, Kazim e Luidy - o zagueiro Pablo e o meia Jadson chegariam nas semanas seguintes. Vale ressaltar que o time perdeu apenas uma peça entre 2016 e 2017, o lateral esquerdo Uendel, enquanto três atletas deixaram o clube após o Brasileirão: Pablo, Guilherme Arana e Jô.

Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Adauto deixou a diretoria do Corinthians

Na lista de 2018, por exemplo, o zagueiro Yago, que retornou de empréstimo, foi incluído na relação, assim como Balbuena, Pedro Henrique, Léo Santos e Vilson. O Corinthians aguarda a rescisão de contrato de Henrique com o Fluminense para anunciá-lo como mais um reforço, mas considera remota a chance de levá-lo à Flórida.

Dificuldades no mercado

O Corinthians corre também para contratar um centroavante para a vaga de Jô, vendido ao Nagoya Grampus, do Japão. Após a negociação, o clube descartou a busca por Trellez, do Vitória, para concentrar as forças em apenas um atleta.

Mesmo com mais de R$ 40 milhões recebidos na transação de Jô, a diretoria corintiana fala em manter os pés no chão durante a atuação no mercado.

"Acredito que tenha um atleta que possa nos qualificar no setor. Infelizmente ainda não temos. O torcedor pode confiar, tenha paciência. A gente toma as decisões com muita segurança. Não vamos fazer loucura, trazer jogador para ganhar R$ 800 mil [por mês]", ressaltou o gerente de futebol Alessandro Nunes.

Sem Jô, o Corinthians tem duas opções certas para a referência do ataque: o turco Kazim e o jovem Carlinhos. O veterano Danilo pode ser aproveitado na função, assim como Lucca, que retornou de empréstimo, e o recém-contratado Junior Dutra.

O clube também monitora a situação do meia Gustavo Scarpa, que não se reapresentou ao Fluminense nesta quarta. De acordo com Alessandro, o Corinthians chegou a conversar com o Fluminense semanas atrás, mas a negociação não evoluiu.

"É um setor muito difícil de encontrar atletas com competência, qualidade. Não posso hoje dizer que ele seria o nome, é um atleta do Fluminense, é uma questão dele. Não posso ignorar, também, a vontade de tê-lo. Hoje é um atleta do Fluminense. O que posso dizer é que é um excelente atleta e que é óbvio que gostaria de ter", ressaltou o dirigente alvinegro.

O Corinthians viaja à Flórida no próximo domingo e enfrentará o PSV Eindhoven-HOL no dia 10. Três dias depois, o adversário será o Glagow Rangers, da Escócia. A estreia no Campeonato Paulista será na quarta-feira seguinte, 14, contra a Ponte Preta, no Pacaembu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos