Esquentou! Técnico do Chelsea chama Mourinho de "falso" e "baixo nível"

Do UOL, em São Paulo

  • John Sibley/Reuters

    Treinadores não se cumprimentaram durante a última partida entre os clubes na Inglaterra

    Treinadores não se cumprimentaram durante a última partida entre os clubes na Inglaterra

Antonio Conte, treinador do Chelsea (ING), e Jose Mourinho, que comanda o Manchester United (ING), seguem travando uma batalha de declarações por meio da imprensa do país. Neste fim de semana, o português ironizou um escândalo de manipulação de resultados que envolveu o nome do italiano em 2011 dizendo que "nunca seria suspenso" por este motivo. Novamente, o adversário respondeu e aumentou a polêmica em torno do assunto.

"Antes de fazer esse tipo de comentário, você precisa conhecer bem a verdade. A verdade é que eu fui suspenso por quatro meses pela Justiça Desportiva por não denunciar (o esquema de manipulação de resultados). Então eu pedi um julgamento na Justiça comum e me declararam inocente. Então é preciso prestar atenção, senão ao dizer isto você mostra que é uma pessoa falsa e baixa", declarou Conte, que após se defender partiu para a ofensiva.

"Eu o conheço (a Mourinho) muito bem do passado. No passado ele era uma pessoa baixa em várias circunstâncias, ele é uma pessoa baixa hoje em dia e com certeza será uma pessoa baixa no futuro. Mesmo se ele tentar mudar seus comportamentos. A pessoa é isso, Mourinho é isso. Vocês o conhecem muito bem. O nível é muito baixo", completou.

Em 2011, Conte foi punido com dez meses de suspensão pela Federação Italiana de Futebol por não denunciar um esquema de manipulação no ano anterior, quando era técnico do Siena. Posteriormente, ele conseguiu a diminuição da pena para quatro meses e, em 2016, foi absolvido pela Justiça comum. Por ocasião da guerra de declarações, Mourinho citou o episódio dizendo que "nunca acontecerá" de ele ser suspenso por algo parecido.

Na oportunidade, Mourinho respondia a Conte, que afirmou que o português tinha "demência senil". O italiano deu essa declaração no dia seguinte a uma entrevista em que Mourinho disse que "não precisa ser um palhaço na beira do campo" para mostrar paixão no trabalho. A declaração foi atribuída pela imprensa britânica a Conte, dono de comportamento mais expansivo na área técnica e com quem Mourinho já tem uma briga ainda mais antiga.

Passo a passo da briga

Conte e Mourinho já se estranham faz algum tempo. Os dois discutiram durante duelo entre Chelsea x Manchester United, nas semifinais da Copa da Inglaterra. O Chelsea venceu por 1 a 0 e, na ocasião, Conte minimizou o entrevero, declarando que na lateral do campo "é guerra".

A confusão entre os treinadores (e também com a arbitragem) começou quando Ander Herrera cometeu falta sobre Eden Hazard. O espanhol recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso, deixando o United com um a menos.

Quatro minutos depois, Conte reclamou de uma falta de Antonio Valencia em Marcos Alonso. "De novo, de novo… Jogue bola", cobrou o italiano do Chelsea. Mourinho não gostou da pressão do adversário sobre o adversário e dirigiu outras reclamações à arbitragem ao banco de reservas do time londrino.

Foi o estopim para a discussão. Conte então dirigiu-se a Mourinho e à arbitragem para retrucar. O português fez o mesmo. Integrantes das duas comissões técnicas também se envolveram na confusão, que só foi apartada após a intervenção do quarto árbitro.

Em outro momento, no mês de outubro de 2016, no primeiro confronto entre os dois na Inglaterra, o italiano pediu o incentivo da torcida em Stanford Bridge, quando o placar apontava 4 a 0 para o Chelsea, e teve a ação repreendida pelo português ao fim da partida. Mourinho classificou a atitude como uma "humilhação".

O italiano ainda provocou o treinador rival ao dizer que quer evitar uma "temporada de Mourinho" em 2018 – depois de se sagrar campeão pelo clube londrino em 2015, o português fez péssima campanha no ano seguinte e acabou demitido.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos