De volta ao Palmeiras, Allione se vê mais maduro e diz que não é só meia

Do UOL, em São Paulo

Augustín Allione está de volta ao Palmeiras. Depois de ser contratado no meio de 2014, ele não conseguiu emplacar e passou o ano de 2017 no Bahia. Lá, se destacou jogando tanto no meio quanto pela ponta e chamou a atenção de Roger Machado.

Não à toa, o treinador pediu que o argentino fosse mantido no grupo, apesar de algumas sondagens de times brasileiros e também de fora do país. O próprio atleta chegou a manifestar que gostaria de seguir no Bahia.

"Para mim, foi importante o treinador pedir a minha volta. Estou trabalhando e esperando uma chance. Quando eu tiver, vou aproveitar e tentar dar a sequência", explicou, para se colocar à disposição para atuar em outras posições além do meio-campo.

"Ele (Roger Machado) ainda não falou conosco do ataque, falou mais com o grupo em si. Eu estou preparado para jogar por dentro, pela direita ou esquerda. Já fiz estas posições e vou estar pronto onde ele precisar", completou.

O argentino pode concorrer por uma vaga no meio, onde Moisés e Lucas Lima são os favoritos para serem titulares, mas também pode atuar pelas pontas, disputando um lugar, por exemplo, com Keno.

Allione explicou que o período fora do Palmeiras, além de lhe dar sequência de jogos, serviu para ele amadurecer e entender as dificuldades que ele enfrentou na primeira passagem com a camisa alviverde.

"Vamos adquirindo experiência com o decorrer dos anos, bom viver outro momento em outro clube para saber como é. Conseguir ter no Bahia a sequência que eu queria, para jogar mais partidas, e me adaptar melhor, porque aqui quando tive chance não as aproveitei da melhor maneira e acabei não tendo uma sequência grande. Lá fiz mais de 40 jogos e serviu para me deixar mais maduro e no momento que não tenha chance de jogar de seguir trabalhando forte para esperar uma oportunidade", analisou.

"Eu acho que amadureci muito, estou totalmente adaptado e também aprendi com cada treinador que passei. Hoje estou mais preparado do que em 2014, quando cheguei", finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos