Documentos mostram que Neymar custou R$ 529,3 milhões ao Barça, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • Javier Soriano/AFP

    Neymar comemora após marcar pelo Barcelona contra o Atlético de Madrid em 2013

    Neymar comemora após marcar pelo Barcelona contra o Atlético de Madrid em 2013

De acordo com reportagem do jornal espanhol "El Mundo", o Barcelona gastou 134 milhões de euros (R$ 529,3 milhões, na cotação atual) para tirar Neymar do Santos em 2013. Como prova, o periódico teve acesso a documentos que Eduardo Musa, representante do pai do atacante do Paris Saint-Germain, entregou a autoridades brasileiras.

O valor é maior que o dobro do que o informado por Sandro Rosell, ex-presidente do Barcelona, que declarou oficialmente que contratou Neymar por 57,1 milhões de euros (R$ 225,5 milhões, na cotação atual). O ex-dirigente do clube catalão está preso por corrupção.

Os documentos, elaborados pelo pai de Neymar e seus assessores, foram entregues à justiça brasileira. Em breve, audiências devem ser agendadas para que a venda seja esclarecida.

Na documentação, consta ainda um gasto de 71 milhões de euros (R$ 280,4 milhões, na cotação atual) do Barcelona com salários para Neymar.

Ainda é possível ver nos documentos obtidos pelo "El País" contrato de imagem e arrendamento de serviços profissionais entre o Barcelona e uma das empresas comandadas pelo pai de Neymar. 

Na segunda-feira, o "El Confidencial", outro jornal da Espanha, afirmou que documentos mostram que Neymar teria na verdade custado 100 milhões de euros (R$ 395 milhões, na cotação atual).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos