Terceirizada paga salários em dia a seguranças do Corinthians após atrasos

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Wikipedia

    Doze profissionais contratados pela Atual fazem a segurança na sede social

    Doze profissionais contratados pela Atual fazem a segurança na sede social

A empresa responsável pelos seguranças do Corinthians realizou os pagamentos dos salários em dia depois de atrasos seguidos. O problema começou em fevereiro do ano passado e se estendeu até o mês passado.

De acordo com apuração do UOL Esporte, os 72 profissionais da segurança corintiana (12 no Parque São Jorge e outros 60 no CT Joaquim Grava) receberam o dinheiro na conta até a noite da última quinta-feira. Antes, o pagamento era feito, em média, com 20 dias de atrasos todos os meses.

Como mostrou o UOL Esporte na semana passada, os profissionais contratados pela Atual Segurança reclamavam de atrasos constantes. Dessa forma, o SEEVISSP (Sindicato dos Empregados em Empresas de Vigilância, Segurança e Similares de São Paulo) tentou uma solução amigável no ano passado, mas não obteve sucesso.

Nessa reunião, a Atual afirmou que o Corinthians era o responsável pelos atrasos, já que não estaria depositando o valor dos salários no dia. Em contato com a reportagem, o clube alvinegro admitiu a inadimplência em alguns meses de 2017, mas garantiu que resolveu as pendências em seguida e que tem feito o repasse no dia correto.

A Atual, por sua vez, disse desconhecer a ação na Justiça e ressaltou ainda que os salários estavam em dia, mesmo com relatos de profissionais que reclamavam dos atrasos - no holerite de janeiro, por exemplo, o pagamento ocorreu no dia 18.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos