Topo

Futebol


Atrito com Casagrande fez Neymar desistir de reaproximação com a Globo

AFP PHOTO / JACQUES DEMARTHON
Imagem: AFP PHOTO / JACQUES DEMARTHON

Bruno Thadeu, Pedro Ivo Almeida, Pedro Lopes e Ricardo Perrone

Do UOL, em São Paulo

2018-02-20T04:00:00

20/02/2018 04h00

As críticas de Walter Casagrande fizeram Neymar e a família desistirem de uma reaproximação com a Rede Globo. O UOL Esporte apurou que o jogador havia rompido relação com a emissora no primeiro semestre de 2016, pouco antes da Olimpíada do Rio. Desde então, a Globo vinha estreitando gradativamente o contato com a família do atleta.

Perto do início dos Jogos Olímpicos, Neymar e Globo tinham encerrado contrato entre ambos, conforme apresentou a Folha de S.Paulo, em reportagem na última segunda-feira. O acordo dava preferência à emissora para entrevistas e participações do atacante em atrações televisivas.

O distanciamento entre Neymar e Globo aumentou após a insatisfação da família do atleta com Galvão Bueno e Casagrande durante os Jogos no Rio de Janeiro. Na ocasião, Neymar entendeu que o narrador e o comentarista exageraram nas críticas durante as transmissões dos jogos da primeira fase do torneio.

Segundo apurou o UOL Esporte, o trabalho de reaproximação feito pela Globo recentemente voltou à estaca zero após Neymar e pai se revoltarem com os comentários de Casão em relação à conduta do atacante do Paris Saint-Germain após a derrota para o Real Madrid, 3 a 1, na última semana, pelo primeiro duelo das oitavas de final da Liga dos Campeões.

Globo e família do atacante ensaiavam reaproximação

Após a Olimpíada, Neymar continuava irredutível quanto a uma reaproximação. O jogador atendia a emissora carioca sem privilégios. No especial da Globo sobre o ouro olímpico no futebol, por exemplo, Neymar não concedeu entrevista.

Depois dos Jogos Olímpicos, Neymar fez aparições em outras emissoras. Ele deu entrevista para o “Programa do Porchat” (de Fábio Porchat), na TV Record. O atacante também participou de um comercial de Natal para o SBT, em 2016.

No ano passado, a empresa do atacante fechou contrato com uma produtora, que acertou a exibição de um evento beneficente no Instituto Neymar, em Praia Grande (SP), com dois concorrentes da Globo na TV aberta e fechada: SBT e Fox Sports, respectivamente.

Para reatar com o atleta, a emissora iniciou conversas primeiramente com os pais do jogador. Aos poucos, o contato da Globo com a família de Neymar vinha fluindo.

A mãe de Neymar, Nadine, por exemplo, fez viagem recente à Rússia para gravar quadro para Globo. Já Neymar chegou a participar de programas das suas amigas Tatá Werneck e Fernanda Souza, ambas pelo Multishow (canal que faz parte da Globosat).

Um representante da emissora esteve em Paris no início do ano para estreitar relacionamento com Neymar, sendo inclusive convidado para a festa do craque na cidade parisiense, no começo de fevereiro. 

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram
As críticas de Casão

De acordo com informações apuradas pelo UOL Esporte, a polêmica recente com Casagrande estraçalhou todo o longo caminho percorrido pela produção da emissora para reaproximação com Neymar.

A Globo ficou distante não somente de Neymar, que já não tinha interesse em uma nova parceria. A emissora se afastou também de Neymar pai, que vinha retomando boa relação.

Casagrande criticou o comportamento de Neymar na derrota do PSG contra o Real Madrid, pela Liga dos Campeões. O comentarista chamou Neymar de “egoísta” por não tocar a bola para Cavani e disse que o atacante brasileiro é “mimado”.

O ex-atacante também declarou que Neymar recebe cartões de forma inconsequente e teme uma eventual expulsão do jogador na Copa do Mundo.

"Os brasileiros se iludem com isso e me incomoda a maioria dos torcedores e da imprensa brasileira ficar passando a mão no Neymar o tempo todo. Ele já mostrou diversas vezes comportamentos fora do coletivo, mimado, colocando em risco a equipe”, disse Casagrande, no programa “Redação SporTV”.

O comentário de Casão foi rebatido por Neymar pai. Sem citar o nome do comentarista, o pai do atacante escreveu texto nas redes sociais criticando “um ex-atleta abutre” que “não teve carreira exemplar”.

“No universo do futebol conhecemos muitas pessoas com ‘comportamento de abutre’. Por vezes se aproveitam de um microfone forte, de uma carreira de "jogador" (não dá para chamarmos de ‘atleta’ alguém com comportamentos no mínimo questionáveis fora dos gramados) sem muito brilho, sempre a sombra de outros mais talentosos, para destilar suas frustrações”, escreveu Neymar pai.

“Aproveitam uma derrota, uma BATALHA perdida, para ficarem à espreita, aguardando a derrota na guerra, para alimentarem seus egos, como os abutres se alimentam de carniça”, completou.

O atacante curtiu a mensagem de apoio do pai na rede social.

Neymar se irritou com Galvão e Casagrande na Olimpíada

Reprodução
Imagem: Reprodução
Neymar se sentia perseguido por Galvão Bueno e Casagrande nas transmissões durante a Olimpíada do Rio. Já não havia mais acordo comercial com Neymar. Após conquista do ouro, o camisa 10 desabafou na entrada do vestiário: “Agora vocês vão ter que me engolir”. Neymar jamais explicou para quem era o recado.

O contrato que a Globo teve com Neymar, de 2014 até o meio de 2016, foi se desgastando. Neymar pai contestava a maneira como a Globo lidava com a imagem do filho.

De acordo com a matéria da Folha de S.Paulo, a gota d’água para o término da relação foi uma matéria exibida no Fantástico, que, segundo a família de Neymar, teria acontecido sem sua aprovação.

Mais Futebol