Engenheiros responsáveis por mortes em Itaquera farão serviço comunitário

Eduardo Ohata

Do UOL, em São Paulo

  • Márcio A. Campos

A Justiça condenou dois engenheiros pelo acidente fatal que marcou a construção da Arena Corinthians em novembro de 2013, quando um guindaste caiu e causou a morte de dois operários que trabalhavam na construção do estádio.

Denunciados pelo Ministério Público de São Paulo, os engenheiros são Frederico Marcos de Almeida Horta Barbosa e Marcio Prado Wermelinger, que trabalhavam com a Odebrecht. Foram condenados a um ano, seis meses e 20 dias de regime inicial aberto.

A pena, no entanto, foi convertida em prestação de serviços à comunidade e pagamento de prestação pecuniária no valor de 80 salários mínimos (para Frederico Barbosa) e 50 salários mínimos (para Marcio Wermelinger).

Ambos foram enquadrados nos artigos 256 (pena para desabamento) e 258 (aumento da pena em caso de morte) do Código Penal. Barbosa era o responsável técnico da obra, enquanto Marcio cuidava da empresa terceirizada que operava o guindaste.

reprodução

As duas vítimas do acidente eram funcionários terceirizados: Fábio Luiz Pereira, de 41 anos, era motorista; o montador Ronaldo Oliveira dos Santos tinha 43. Erguida pelo guindaste, a peça de 420 toneladas que cobriria a arquibancada desabou, destruiu parte da Arena e provocou a morte dos dois.

A torre é projetada para levantar materiais de até 1.500 toneladas, mas a fabricante alegou que o terreno em questão precisa ser plano e ter inclinação máxima de 0,3 grau.

A Odebrecht, empresa responsável pela obra, chegou a apresentar um estudo de 500 páginas no qual afirma que a queda não foi causada por instabilidade do solo. Outros quatro funcionários foram absolvidos: José Walter Joaquim, Leanderson Breder Dias, Valentim Valaretto e Gilson Guardia. A promotoria promete recorrer.

A Construtora Norberto Odebrecht ratifica que diversos Laudos Técnicos elaborados por renomados especialistas afastam qualquer responsabilidade de seus integrantes nas causas do acidente em questão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos