Falta de nomes que agradem favorece "vamos levando" de Barbieri no Flamengo

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Gilvan de Souza/ Flamengo

    Maurício Barbieri comanda o Flamengo desde a demissão de Paulo César Carpegiani

    Maurício Barbieri comanda o Flamengo desde a demissão de Paulo César Carpegiani

Sem Renato Gaúcho e sem um nome que desperte unanimidade em vista, o Flamengo prepara o terreno para a continuidade do trabalho de Maurício Barbieri, conforme já mostrou o UOL Esporte. Não que o Rubro-negro ainda não estude contratar um comandante mais experiente e que agrade aos cartolas, mas o cenário aponta para a repetição do filme que teve Zé Ricardo como protagonista.

Na ocasião, o atual treinador do Vasco virou interino ao Muricy Ramalho deixar o cargo por problemas de saúde em 2016. Ao conquistar bons resultados, foi efetivado e só deixou o clube no ano passado. É o que se ensaia fazer com o jovem Maurício Barbieri, de 36 anos, e com passagens por Audax Rio, Red Bull Brasil, Guarani e Desportivo Brasil.

Ao ser perguntado na última segunda-feira (9) sobre a contratação do novo técnico, o presidente Eduardo Bandeira de Mello evitou prazos e disse aos jornalistas presentes ao Ninho do Urubu a frase: "Estamos de olho no mercado e aqui dentro. Vamos levando". O mandatário, o CEO Fred Luz e o diretor executivo Carlos Noval são entusiastas da efetivação de Barbieri.

Por outro lado, vice-presidentes e conselheiros influentes na Gávea pressionam pela contratação de um técnico experiente. Como não há nomes disponíveis que agradem, o Flamengo empurra a decisão e usa o panorama do mercado para justificar a opção nas reuniões internas.

Com isso, Maurício Barbieri ganha sequência no cargo. Se somar bons resultados em meio ao período de indefinição, a chance de ser efetivado só aumentará. Ele, inclusive, comandará o Rubro-negro na estreia do Campeonato Brasileiro, sábado (14), contra o Vitória, às 19h, em Salvador.

Tudo o que o Flamengo quer - pelo menos o trio Bandeira, Fred Luz e Carlos Noval - é que Barbieri tenha sucesso. Eles desejam dar sequência ao projeto de formar técnicos no Ninho do Urubu. Apesar de ter chegado apenas em 2018 ao clube, o atual interino é avaliado desta forma pelos cartolas, além de ser visto como estudioso e dono de ideias modernas para o futebol.

Barbieri tem apoio fundamental do elenco

O cenário - ao menos antes dos jogos importantes que estão por vir - é favorável ao técnico. Pesam a escassez do mercado, o tempo perdido para trocar o comando, o desejo de importantes dirigentes e o apoio do elenco. Os jogadores, sempre que podem, manifestam a preferência pela continuidade do interino. O último a se declarar a favor foi o colombiano Gustavo Cuéllar.

"O treinador que vier precisa ter a ideia básica do que é o Flamengo. Essa ideia está sendo implementada pelo Barbieri. Quem trabalha no clube sabe bem o que é pressão. O Barbieri é um técnico maravilhoso e tem muitas ideias boas. Se está aqui, tem qualidade para ser treinador. Nos mostrou que a ideia vai junto com a do Flamengo", encerrou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos