Eurico dialoga com todos, mas segue "em cima do muro" na crise do Vasco

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    Eurico Miranda em sua tribuna; ex-presidente ainda não tomou partido na crise

    Eurico Miranda em sua tribuna; ex-presidente ainda não tomou partido na crise

Figura determinante no cenário político do Vasco, o ex-presidente Eurico Miranda ainda não definiu de que lado está na guerra política que se acentuou dentro de São Januário nos últimos dias. Ainda que seu grupo, o "Casaca", ataque Alexandre Campello, Eurico mantém contato com aliados do atual mandatário. E assim também tem feito com interlocutores do grupo "Identidade Vasco" – que rompeu com a situação, entregando os 13 cargos de vice-presidentes que tinha. Eurico ainda evita expor sua posição, costurando um entendimento com Campello, que tem o "poder" de questionar suas polêmicas contas dos últimos anos.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, leia a coluna De Primeira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos