Felipe Melo cita jogo com Boca e apoia Lucas Lima: "Vai calar as críticas"

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

    Edu Dracena, Lucas Lima e Felipe Melo se divertem em treino do Palmeiras

    Edu Dracena, Lucas Lima e Felipe Melo se divertem em treino do Palmeiras

Nessa quarta-feira (23), Lucas Lima voltou a ser substituído durante empate por 1 a 1 entre Palmeiras e América-MG, resultado que classificou os paulistas para as quartas de final da Copa do Brasil. Apesar da sequência instável do meia, o volante Felipe Melo saiu em defesa do jogador, lembrando seu gol contra o Boca Juniors na Bombonera para dizer que o colega voltará a "calar as críticas".

"O Lucas é um cara que às vezes o externo não sabe o que acontece dentro, no interno. É um cara que se dedica bastante no treinamento, a gente cobra bastante. Nossa cobrança é diária nos treinamentos, e às vezes as coisas não andam. É uma fase ruim, que acontece com todos. Ele tem uma qualidade indiscutível, é possível ver o quanto ele nos ajuda quando rende. Tenho certeza que assim como as críticas aconteceram antes do jogo contra o Boca e ele calou a Bombonera, no próximo jogo ele vai calar de novo. Ele se dedica muito, e esse é o diferencial do Lucas", disse Felipe, em entrevista ao SporTV.

Apesar do bom aproveitamento de pontos na temporada, o Palmeiras tem sido alvo de críticas de parte da torcida. No intervalo do jogo contra o América, quando o placar mostrava 1 a 0 para os mineiros, a equipe da casa foi vaiada na saída para os vestiários do Allianz Parque. Para Felipe, o nível de cobrança é correspondente à qualidade do elenco.

"Na realidade, acho que tem que ser dessa maneira mesmo. Pressão tem que existir porque a gente joga em um dos maiores clubes da América do Sul. Temos que buscar nossos objetivos, que é levantar troféus. Isso que é o mais importante. Quando chega jogadores de nome, a cobrança aumenta, e tem que ser desse jeito mesmo. Todos sabemos lidar com essa situação. Claro que vem às vezes uma coisa do externo para dentro que tem que ganhar, que é obrigado a ganhar, e tem outro time do outro lado. A gente está brigando. Brigou pelo Paulista até o fim, estamos brigando pelo Brasileiro, vamos brigar pela Copa do Brasil e Libertadores. Somos os primeiros a nos cobrar", declarou.  

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos