Para acertar o Corinthians, Loss discute elenco e joga torneio durante Copa

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

    Osmar Loss vai ter bastante trabalho para acertar o Corinthians durante a Copa

    Osmar Loss vai ter bastante trabalho para acertar o Corinthians durante a Copa

Nada de folga. Osmar Loss vai trabalhar, e muito, durante a pausa do Campeonato Brasileiro para a Copa do Mundo. Logo após a partida contra o Bahia, nesta quarta-feira (13), em Salvador, os jogadores serão liberados e só terão de se reapresentar ao Corinthians no dia 25 deste mês. No entanto, o treinador alvinegro vai ter muita coisa para fazer durante esse período.

Além de conversar os colegas de comissão para preparar os treinos que serão aplicados na sequência da temporada, ele terá de discutir o elenco com a diretoria. Apesar do esforço dos dirigentes, é grande a possibilidade de o clube perder peças com a abertura da janela de transferência para o exterior. Maycon, por exemplo, já está negociado com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

Além dele, outros jogadores estão na mira dos clubes estrangeiros e podem deixar o Corinthians. O zagueiro Balbuena não descarta a possibilidade de deixar o Corinthians e tem o seu nome especulado pelo Sporting, de Portugal. Enquanto Rodriguinho, Pedro Henrique e Romero também já apareceram como opções nas listas de times do exterior. 

Por outro lado, será preciso conversar com os dirigentes quais jogadores poderão ser contratados para reforçar a equipe. Ainda mais no caso de alguma dessas transferências ser efetivada, a necessidade de se trazer atletas para manter a força do elenco aumenta. 

Quando esse período de recesso dos jogadores acabar, Loss vai ter de colocar a mão na massa nos treinamentos e disputar ainda um torneio. Na preparação para o retorno pós-Copa do Mundo, o Corinthians vai participar de um quadrangular ao lado do Grêmio e mais dois clubes, em julho, em Cuiabá, no Mato Grosso. O time também vai jogar amistosos contra o Cruzeiro, em São Paulo e em Belo Horizonte.

No torneio e nos amistosos, Loss poderá observar melhor alguns jogadores, fazer testes e tentar acertar a equipe. Até agora, o treinador é alvo de pressão no clube. Com menos de 20 dias de trabalho, ele já disputou seis partidas e não pôde contar com muitos jogadores por causa de lesões e convocações para seleções do Brasil e do Paraguai. Por isso, o tempo para trabalhar durante a Copa é visto com bons olhos pelo treinador. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos