Topo

Futebol


Corinthians busca estabilidade na lateral esquerda após apostas sem efeito

AFP PHOTO / FRANCOIS LO PRESTI
Diretoria do Corinthians acertou a contratação por empréstimo do lateral Danilo Avelar Imagem: AFP PHOTO / FRANCOIS LO PRESTI

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

19/06/2018 04h00

O Corinthians ainda tenta encontrar estabilidade na lateral esquerda depois da saída de Guilherme Arana. Mesmo seis meses depois da transferência do jogador para o Sevilla, da Espanha, o clube paulista ainda não encontrou uma solução concreta para a posição - o titular Sidcley está emprestado até dezembro deste ano e a continuidade é incerta.

A nova aposta da diretoria corintiana é Danilo Avelar, jogador de 29 anos que pertence ao Torino, da Itália e deve assinar contrato ainda nesta semana. O alvinegro acertou a contratação por empréstimo depois de uma busca sem efeito no começo da atual temporada - na ocasião, o modelo de negócio proposto não agradou aos italianos, que preferiram a transferência definitiva.

Na época da tentativa fracassada, o Corinthians concentrou forças para contratar Juninho Capixaba, destaque do Bahia no Campeonato Brasileiro. Tal cenário fez o clube apostar alto no jogador. Para incorporá-lo ao elenco, a diretoria ainda encabeçada por Roberto de Andrade desembolsou R$ 6 milhões por 70% dos direitos econômicos, além de ceder parte dos direitos do goleiro Douglas ao time baiano.

Na ocasião, Guilherme Romão, jogador revelado pelo Corinthians, voltou de empréstimo e também passou a fazer parte do elenco. Dessa forma, o Corinthians iniciou a temporada com a dupla como opções para o técnico Fábio Carille.

Romão, no entanto, desapontou o treinador logo na estreia do Campeonato Paulista. Expulso de campo nos minutos finais da derrota para a Ponte Preta no Pacaembu, o jogador saiu dos planos do clube e voltou a ser emprestado ao Oeste. Juninho, titular nos jogos seguintes, mostrou-se frágil defensivamente e perdeu a posição para o volante Maycon, que cumpriu bem a função mesmo de forma improvisada.

Em fevereiro, o Corinthians acertou uma troca inesperada a fim de consertar o "problema". Sidcley chegou ao clube por empréstimo, enquanto o volante Camacho se transferiu ao Atlético-PR. O novo contratado deu, enfim, estabilidade à posição. 

Bem avaliado, Sidcley viu a diretoria passar a tentar contratá-lo em definitivo. Os valores pedidos pelo Atlético-PR, entretanto, assustaram os corintianos - os paranaenses querem 3 milhões de euros pelo atleta (R$ 13 milhões, pela cotação atual).

Nos últimos dias, o Corinthians também renovou o contrato de uma das promessas da base para a posição. Carlos Augusto, de 19 anos, assinou novo vínculo, com término no fim de 2021. O jogador, que foi inscrito no último Paulista, tem boas chances de ser aproveitado por Osmar Loss nos próximos jogos.

Mais Futebol