Artur comemora recuperação de lesão e oportunidade no Palmeiras

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

    Artur em ação pelo Palmeiras durante jogo-treino contra o São Bernardo

    Artur em ação pelo Palmeiras durante jogo-treino contra o São Bernardo

Roger Machado passou a contar com um reforço nas últimas partidas do Palmeiras antes da pausa para a Copa do Mundo. Após mais de três meses de recuperação de cirurgia no tornozelo direito, Artur foi liberado pelo departamento médico. Considerado uma das revelações das categorias de base do clube, o atacante, de 20 anos, teve a chance de entrar em campo nos jogos com o Ceará e Flamengo. 

"Foi um período de grande aprendizado, talvez o de maior da minha vida. Pela minha lesão, a qual acabou me deixando fora por pouco mais de três meses. Tudo isso me ensinou muito e me fez evoluir. E também de alegria, por ter conseguido participar de dois jogos", disse Artur. 

"Tive duas oportunidades, era o que estava buscando e acredito que vou ter mais no decorrer do ano. Estou treinando e trabalhando para isso, para poder aproveitar da melhor maneira", completou o atacante.

Após o empate com o Flamengo, no Allianz Parque, o Palmeiras entrou em recesso por causa da Copa do Mundo. A equipe volta a treinar na segunda-feira (25). Na sequência, o elenco viaja para o Panamá, no dia 28 de junho. Lá, vai enfrentar o Árabe Unido, do Panamá, dia 30 de junho, e o Independiente Medelín, da Colômbia, dia 4 de julho. No dia 7, a delegação vai para a Costa Rica, onde enfrenta o Liga Alajuelense, no dia 8 de julho. Depois, o time volta ao Brasil para continuar a temporada.

"Não podemos parar e acomodar. Temos de esfriar a cabeça, claro, descansar um pouco, mas manter os treinos e o trabalho mental. Tenho procurado fazer alguns trabalhos na academia, correndo, para quando voltarmos estar bem e seguir a preparação para o retorno das competições", disse Artur.

Neste retorno ao trabalho, o Palmeiras não contará mais com Tchê Tchê e Fernando, que foram negociados respectivamente com Dínamo de Kiev e Shakhtar Donetsk. O time ainda pode ficar sem Keno, que recebeu proposta da Arábia Saudita. 

"O Fernando e o Tchê Tchê são ótimos jogadores e foram para fora por méritos, pois mereceram. Com certeza, vamos sentir falta, mas temos um elenco forte, com atletas que podem cumprir bem a posição dos dois", avaliou Artur. 

No Brasileiro, o Palmeiras ainda não conseguiu emplacar uma boa sequência. A equipe oscilou de rendimento e, por isso, o técnico Roger Machado virou alvo de críticas de parte da torcida.

"Acho que são coisas que acontecem. O Brasileiro é um campeonato muito difícil e nivelado. Não tem como não oscilar, e também serve de aprendizado para o decorrer da competição. Temos que dar 110%, com total atenção para que os erros não aconteçam mais", finalizou Artur.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos