"Nômade", Anderson Martins quer vida longa e títulos no São Paulo

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Marcello Zambrana/AGIF

    Zagueiro foi contratado em janeiro pelo Tricolor e disputou 16 partidas na temporada

    Zagueiro foi contratado em janeiro pelo Tricolor e disputou 16 partidas na temporada

Após cumprir suspensão na partida contra o Vasco da Gama na 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, Anderson Martins está livre para voltar ao time titular do São Paulo. Ele disputa posição com Bruno Alves e Robert Arboleda para iniciar o confronto de domingo, às 16h, contra o Sport. Vencer na Ilha do Retiro dará a certeza de que o Tricolor continuará líder da Série A. Uma tarefa que, para o zagueiro, é mais difícil do que chegar à primeira colocação.

"É mais difícil é manter a liderança. Agora começa o segundo turno as coisas começam a acontecer para quem briga  para não cair e para quem briga lá em cima. Estamos trabalhando e temos que encarar como uma final cada jogo. Será um jogo muito difícil contra o Sport. Vamos defender a liderança e esperamos manter esse bom momento", projetou o camisa 4, à ESPN Brasil.

Anderson chegou ao São Paulo em janeiro e disputou somente 16 partidas, com um gol marcado. Em sua carreira, o beque de 30 anos se acostumou a uma alta rotatividade de clubes - desde 2012, defendeu seis equipes -, mas agora quer mudar essa sina. A ideia é permanecer no Tricolor por mais tempo. O contrato com o time do Morumbi é válido até o fim de 2020.

"Não consegui um trabalho mais duradouro nas equipes que passei. E você precisa de uma sequência, precisa conquistar títulos para ficar marcado. No São Paulo meu objetivo é esse. É ter um pouco mais de tempo e conquistar títulos. Meu desejo é ficar bastante aqui até porque joguei por um bom tempo fora", disse, relembrando as passagens pelo Qatar.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos