Há 6 meses no Corinthians, "artilheiro do Brasil" segue atrás de veteranos

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

    Matheus Matias ainda é a quarta opção para o ataque, atrás de Roger, Jonathas e Sheik

    Matheus Matias ainda é a quarta opção para o ataque, atrás de Roger, Jonathas e Sheik

Apenas 91 minutos em campo. Esse é o tempo acumulado por Matheus Matias com a camisa do Corinthians. No clube paulista há seis meses, o centroavante de 20 anos, que chegou do ABC como artilheiro do Brasil, segue atrás de veteranos no time comandado por Osmar Loss.

Matheus teve a oportunidade de atuar em três jogos, sendo dois amistosos. Embora tenha ido às redes contra o Grêmio, em duelo disputado durante a parada da Copa, o jovem jogador ainda terá de esperar para ter uma sequência de partidas no clube.

No último domingo, por exemplo, Matheus foi relacionado por Loss para o duelo com a Chapecoense válido pelo Brasileirão. Mesmo com reservas em campo, o centroavante não saiu do banco de reservas. Roger começou como titular e deu lugar a Emerson Sheik no segundo tempo.

Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Matheus Matias acumula 91 minutos em campo pelo Corinthians, com um gol feito

O centroavante também enfrenta a concorrência de Jonathas, que é, na teoria, a primeira opção de Loss quando o Corinthians atua no 4-2-3-1. Como o time se reencontrou mais uma vez no 4-2-4, Matheus fica ainda mais distante das oportunidades, já que o treinador corintiano tem escalado Romero como falso 9 - Sheik também já foi escalado nessa função.

Matheus chegou ao Corinthians em fevereiro deste ano, dias depois de Andrés Sanchez vencer a eleição e voltar ao comando do clube. Fortalecido pelo bom desempenho no ABC, com dez gols nos dez primeiros jogos da temporada, o jovem atacante foi contratado como uma aposta pessoal do mandatário.

Dessa forma, o atleta passou a ser preparado pelo clube nos últimos meses. Como mostrou o UOL Esporte em abril passado, Matheus ganhou cinco quilos nos primeiros dois meses de clube. Na ocasião, o então preparador físico do Corinthians, Walmir Cruz, comparou o atacante a Pedrinho.

Assim como Fábio Carille, Osmar Loss também frisou, após o gol de Matheus marcado com o Grêmio, que o processo de amadurecimento profissional do centroavante ainda está em curso. 

"Ele veio do ABC, que, proporcionalmente ao Corinthians, é muito inferior. Vale lembrar que ele vem de um futebol que jogava na várzea até um ano atrás [antes de o atleta ser contratado pelo ABC)", disse o treinador corintiano.

Durante a parada do Mundial da Rússia, Matheus aproveitou bem os 90 minutos em que pôde jogar. Ele entrou no intervalo do jogo contra o Grêmio e foi responsável pelo gol de empate - o time alvinegro venceu o jogo por 2 a 1. No amistoso seguinte, diante do Cruzeiro, Matheus foi titular, mas deixou o campo no intervalo para a entrada de Roger.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos