Topo

Futebol


Bahia revela negociação por meia do Santos e deve perder Edigar Junio

Jeferson Guareze/AGIF
Jean Mota tem proposta do Bahia e pode deixar o Santos Imagem: Jeferson Guareze/AGIF

Do UOL, em Santos (SP)

2019-01-04T21:09:39

04/01/2019 21h09

O Bahia trabalha para ter Jean Mota em 2019. O clube tricolor já fez uma proposta pelo meia que também atua como lateral esquerdo e aguarda uma resposta do Santos. O contrato do jogador com o clube da Vila Belmiro vai até a metade de 2022.

Confira as movimentações do Mercado da Bola

Em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira (4), o diretor de futebol Diego Cerri disse que a vontade do jogador de 25 anos é atuar pelo Bahia nesta temporada. Resta, agora, esperar a liberação do Santos.

"Realmente nós fizemos uma proposta de empréstimo junto ao Santos, conversamos com a direção do Santos, com o presidente, ainda faltam alguns detalhes. Ele é jogador do Santos, temos que respeitar. Também conversamos com o jogador. Não adianta conversar com o clube se o jogador não quiser vir. A conversa fluiu muito bem, o atleta tem o interesse de vir", disse.

"A esposa postou algumas coisas, a negociação está em curso, depende de alguns detalhes. Se tornou pública, hoje em dia não dá para esconder tudo. Temos o interesse em trazê-lo. Depende da liberação do Santos", acrescentou.

Edigar Junio de saída?

Se por um lado Jean Mota está perto, por outro o Bahia corre o risco de perder uma de suas principais referências no ataque: Edigar Junio. O jogador, que recentemente renovou contrato até 2020, recebeu uma proposta do futebol japonês e inclusive não se reapresentou com o restante do elenco na última quinta-feira (3).

"O Edigar ainda não foi para o futebol japonês, é jogador do Bahia. Quero ser claro e transparente. O Edigar primeiro é um dos atletas mais antigos do elenco, foi peça fundamental nos três anos que esteve aqui, muito correto, muito comprometido com o clube, está indo para 28 anos, e por ambições pessoais nos fez um apelo, eu e o presidente, de que é um momento importante da carreira dele, da vida pessoal, queria ter a oportunidade, pensou na família. Conversou muito conosco. Por isso estamos considerando", disse Cerri.

"Tem uma proposta realmente do Japão. Estamos considerando isso. Se falar que estou descartando, não estou. Jogador que gostamos muito, tanto do desempenho quanto do Edigar como pessoa. Por isso estamos considerando. Situação que é difícil para nós. Estamos considerando a cabeça dele e tudo o que ele fez por nós nos últimos três anos", completou.

Mais Futebol