Topo

Futebol


Sem mexer no elenco, SPFC pode receber mais de R$ 60 mi com transferências

Rubens Chiri / saopaulofc.net
David Neres pode render muito dinheiro ao São Paulo, caso acerta a sua transferência para a China Imagem: Rubens Chiri / saopaulofc.net

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

2019-01-07T04:00:00

07/01/2019 04h00

O São Paulo tem motivos para olhar com carinho para o mercado da bola. Mesmo sem mexer no seu elenco, o Tricolor paulista pode arrecadar mais da metade da verba prevista com a transferências de jogadores em 2019 - segundo o orçamento, a meta para o ano é alcançar R$ 120 milhões com as saídas de atletas. Caso sejam concluídas as transações de David Neres e Militão, o clube brasileiro vai receber mais de R$ 60 milhões.

Segundo pessoas envolvidas na operação, o Guangzhou Evergrande, da China, está disposto a desembolsar até 35 milhões de euros para tirar David Neres do Ajax. O jogador, que está nos Estados Unidos para disputar a Florida Cup, ficou empolgado com a oferta, e o clube vai avaliar se libera ou não o atleta. 

Destaque logo quando chegou ao Ajax, o atacante, de 21 anos, renovou o seu contrato com os holandeses até 2022. No entanto, ele ainda tem 20% dos seus direitos vinculados ao São Paulo, que receberia mais 3,5% por causa do mecanismo de solidariedade da Fifa aos formadores de jogadores.

Desta maneira, caso fosse fechado o acordo por 35 milhões de euros, o Tricolor ganharia 8,2 milhões de euros (R$ 34,4 milhões). Vale destacar, porém, que no ano passado, o jornal holandês "De Telegraaf" havia publicado sobre uma proposta de 30 milhões de euros do Borussia Dortmund, da Alemanha, por Neres que fora recusada. 

Já no caso de Militão, de acordo com o jornal espanhol "Marca", o Real Madrid acompanha os passos do lateral direito e deve apresentar uma oferta em breve. O Manchester United, da Inglaterra, também está interessado no jogador do Porto. A multa rescisória do brasileiro para deixar o clube português é de 50 milhões de euros.

Reprodução/Twitter
Militão é um dos destaques do Porto nesta temporada Imagem: Reprodução/Twitter

Negociado por 4 milhões de euros (R$ 17,5 milhões) mesmo com apenas mais seis meses de contrato, Militão renderá ao São Paulo mais 10% em uma venda futura. Além disso, o Tricolor paulista tem direito a 3% referentes ao mecanismo de solidariedade da Fifa para os clubes formadores. Militão defendeu o Tricolor dos 14 aos 20 anos, o que proporciona essa porcentagem. Assim, o time do Morumbi ganharia mais 6,5 milhões de euros (R$ 27,3 milhões) caso seja selado um acordo para ele deixar Portugal pelo valor da multa. 

Mais Futebol