Negócio com o Boca complica e Grêmio procura opções para lateral

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Divulgação/Boca Juniors

    Emmanuel Mas é sonho antigo do Grêmio, mas tem contrato longo com o Boca Juniors

    Emmanuel Mas é sonho antigo do Grêmio, mas tem contrato longo com o Boca Juniors

A negociação entre Grêmio e Boca Juniors por Emmanuel Mas complicou. Após avançar nas tratativas, o clube gaúcho encontrou resistência ao falar novamente com os dirigentes argentinos e agora já trabalha em diferentes frentes à procura de alternativas. O certo é que o elenco principal deve receber um novo lateral esquerdo para 2019.

Nos últimos dias, o Grêmio não conseguiu resposta oficial do Boca ao pedido de empréstimo. Entre os gremistas e o jogador já existe acerto há tempos, mas resta a liberação xeneize.

"O Boca está com um novo treinador e estão preocupados com número de estrangeiros lá. Eu diria que o negócio ficou um pouco mais complicado, mas estamos conversando com eles", disse Duda Kroeff, vice de futebol do Grêmio.

Aos 29 anos, Mas terminou 2018 na reserva do Boca Juniors. A condição mudou com a recente troca na comissão técnica e diretoria. Diante do impasse, o Grêmio voltou ao mercado em busca de opções para a função.

Nas últimas horas, o Grêmio tem procurado outros nomes disponíveis para a lateral esquerda. A ideia é agregar mais um jogador que seja capaz de disputar posição com Bruno Cortez. Juninho Capixaba, emprestado pelo Corinthians, faz parte do elenco atual, mas tem vínculo somente até maio e pode até ser liberado antes do final do contrato.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos