Topo

Futebol


Papo com diretor e aumento salarial ajudaram a manter T. Neves no Cruzeiro

Vinnicius Silva/Cruzeiro
Meia renovou até o final de 2020, podendo ser prorrogado automaticamente até 2021 Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

2019-01-09T04:00:00

09/01/2019 04h00

Protagonista da maior novela do mês de dezembro, Thiago Neves colocou um ponto final sobre o interesse do Grêmio e renovou seu contrato com o Cruzeiro nesta semana. Por mais de um mês, o jogador viveu com a possibilidade de deixar Minas Gerais, chegando a ficar bem perto de Porto Alegre, mas acabou renovando com a Raposa por pelo menos mais um ano. Antes de assinar o novo vínculo, alguns momentos foram importantes para convencerem Thiago a ficar, dentre eles, um aumento salarial e uma conversa decisiva com Itair Machado.

Responsável por contratar jogadores e também resolver o futuro dos atletas, Itair Machado foi quem conduziu as negociações com o Grêmio. O vice-presidente chegou a aceitar a troca de Thiago, Murilo e Raniel por Luan, mas o Tricolor recuou nas conversas e desfez o acordo. Depois disso, Itair negou outras propostas distintas do Grêmio e precisou se reunir com Thiago para discutir sua permanência. Apesar de muito querido por Renato Gaúcho, o jogador foi convencido a ficar, e ganhou um ótimo contrato em troca.

No final do ano passado, um dos obstáculos para a renovação de Thiago Neves com o Cruzeiro foi o tempo de contrato, que era válido até 2019 antes do novo acordo. As partes ainda não tinham chegado a um acordo sobre o tempo da renovação. Agora, Thiago não só assinou até 2020, como ainda poderá ter o vínculo prorrogado por mais uma temporada se fizer 42 jogos no ano que vem. Isso significa que o jogador, hoje aos 33 anos, poderá seguir no clube até seus 36 anos. Além disso, o salário do jogador, que já era um dos mais altos do plantel, também foi modificado, e Thiago ganhou um aumento.

Além da conversa com Itair e do aumento salarial, Thiago Neves também conseguiu resolver alguns problemas particulares que poderiam tirá-lo de Belo Horizonte. Agora, o meia volta seu foco para a temporada 2019 e a disputa de torneios importantes como a Libertadores, obsessão do Cruzeiro e também do próprio Thiago, que já chegou bem perto com o Fluminense, mas acabou ficando com o vice-campeonato. Com a saída de Arrascaeta para o Flamengo, o meia será o principal nome celeste no setor criativo do time.

Mais Futebol