Topo

Futebol


Santos pede R$ 23 milhões mais jogadores para liberar Bruno Henrique ao Fla

Miguel Schincariol/Estadão Conteúdo
Bruno Henrique ficou mais perto do Flamengo após clube paulista reduzir pedida Imagem: Miguel Schincariol/Estadão Conteúdo

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

2019-01-09T14:45:26

09/01/2019 14h45

O Santos alega nos bastidores que deve aceitar a pressão do atacante Bruno Henrique para ser negociado com o Flamengo. Por causa disso, o clube paulista enviou uma contraproposta aos cariocas para acabar com a "novela". Segundo apurou o UOL Esporte, os santistas pediram entre R$ 23 milhões e R$ 27 milhões, no mínimo, e mais dois jogadores: um em definitivo e outro por empréstimo.

O clube paulista enviou uma lista de seis jogadores com nomes pretendidos pelo técnico Jorge Sampaoli. Foi o próprio argentino que fez a relação, que contém nomes como William Arão, Uribe, Renê, Miguel Trauco, Lucas Silva e Berrío. Henrique Dourado também foi cogitado.

A diretoria santista entende que Bruno Henrique está decidido a defender o Flamengo porque receberá um salário bem maior no Rio de Janeiro e, por isso, estuda a maneira de ajudar o jogador e também fazer o melhor negócio possível ao clube paulista.

Agora, o Santos aguarda o Flamengo se posicionar em relação aos jogadores que serão liberados para que o valor da compra também seja definido.

A cúpula alvinegra acredita que já cedeu bastante, já que pretendia receber R$ 30 milhões, no mínimo, para liberar Bruno Henrique inicialmente. Além disso, o clube paulista aceitava R$ 25 milhões e que o Flamengo assumisse a dívida do clube com o Wolfsburg, da Alemanha.

O Santos tem até novembro deste ano para pagar 1,5 milhão de euros (aproximadamente R$ 6,5 milhões) ao clube alemão. O Santos pagou 4 milhões de euros (o equivalente a R$ 13,5 milhões na época da transação, em 2017) pela contratação de Bruno Henrique.

O valor que o Flamengo pagaria seria menor do que o Santos pediu para o Cruzeiro. Irritado com o valor oferecido e com a lista de jogadores do clube celeste, o clube paulista avisou que só negociaria com os mineiros pelo valor de R$ 40 milhões.

Mais Futebol