Topo

Futebol


Na estreia de Paquetá, Milan vence Sampdoria e avança na Copa da Itália

Divulgação/Milan
Imagem: Divulgação/Milan

Do UOL, em São Paulo

2019-01-12T17:40:49

12/01/2019 17h40

Menos de uma semana após ser apresentado, Lucas Paquetá realizou sua estreia com a camisa do Milan. Neste sábado (12), o brasileiro ex-Flamengo foi titular na suada vitória sobre a Sampdoria, por 2 a 0, em duelo válido pelas oitavas de final da Copa da Itália.

Mesmo com o brasileiro no meio de campo, o Milan encontrou dificuldade para furar a defesa da Sampdoria, e viu o time da casa equilibrar as ações. Na prorrogação, já sem Paquetá em campo, o clube visitante, depois de muita insistência, marcou dois gols com Cutrone, artilheiro da noite.

Com o resultado, o Milan garantiu vaga nas quartas de final da Copa da Itália. Agora, a equipe espera a definição do duelo entre Napoli e Sassuolo - que acontece no domingo (13) - para descobrir seu adversário na próxima fase.

Os melhores: Reina e Cutrone

Reserva de Donnarumma, o experiente goleiro espanhol Pepe Reina recebeu a oportunidade de ser titular no jogo da Copa da Itália e não decepcionou. Apesar de mostrar um ritmo mais lento no início de jogo, Reina fechou o gol do Milan e realizou um milagre na prorrogação, ao defender a bola em cima da linha e impedir o que seria o primeiro gol do rival.

Em apenas 30 minutos, Cutrone mudou o rumo do jogo. Após entrar em campo para jogar a prorrogação, o veloz atacante aproveitou as chances - diferentemente de seus companheiros - e marcou os dois gols do Milan.

O pior: Caprari

Jogador que mais arriscou por parte da Sampdoria, também foi o que mais errou. Muito acionado pelo lado esquerdo da equipe da casa, Caprari perdeu chances preciosas para abrir o placar, e a bola na rede fez falta aos mandantes.

Reprodução/Rai
Imagem: Reprodução/Rai

Lucas Paquetá faz de tudo um pouco em sua estreia

Com pouco tempo para treinar, Paquetá mostrou que ainda não está entrosado com sua equipe. Mesmo com esse empecilho, o meia foi muito participativo e respeitou a tática do técnico Gattuso. Paquetá começou o duelo jogando pelo lado esquerdo do meio de campo milanês. Com o andamento do jogo, passou a ficar um pouco mais centralizado. Ajudando muito na marcação, o brasileiro também foi o responsável por desafogar o jogo na saída de bola do Milan, que foi pressionado pela Sampdoria em alguns momentos.

Foi apenas no segundo tempo que o brasileiro deu seu primeiro chute ao gol como jogador do Milan. Usando a perna esquerda, o ex-Fla arriscou de fora da área e quase surpreendeu o goleiro brasileiro Rafael. Aos 40 minutos do segundo tempo, após mostrar-se cansado, Paquetá foi substituído pelo meia Borini.

Problemas para balançar as redes

Cinco gols nos últimos sete jogos. Esse era o histórico recente do Milan até entrar em campo neste sábado. Com Paquetá no meio de campo e Calhanoglu avançado, Gattuso apostou em um time que valorizava o toque de bola e deixava a velocidade por conta do camisa 7 Castillejo na ponta direita do ataque.

Apesar de contar com um time em tese criativo, o Milan voltou a esbarrar em um de seus principais problemas: a falta de gols. No segundo tempo, o clube continuou pecando nas finalizações e encontrando poucos espaços para abrir o placar. Foi apenas no primeiro tempo da prorrogação que a equipe de Gattuso 'colocou o pé na forma' e conseguiu marcar com Cutrone, aproveitando cruzamento de Conti. Minutos depois, a estrela da noite ainda teve tempo de ampliar o placar, depois de passe de Calhanoglu.

Desejado pelo Chelsea, Higuaín passa em branco

Principal desejo do Chelsea, da Inglaterra, o centroavante Higuaín sofreu com a falta de criação do Milan. O atacante até chegou a estufar as redes no segundo tempo, mas, em posição de impedimento, viu a arbitragem anular o tento. 

Com Giroud e Morata vivendo fase complicada no comando do ataque, o Chelsea procura Higuaín para ser seu "homem-gol". Jornais europeus afirmam que o destino do atacante deve ser o reencontro com o técnico Maurizio Sarri, que foi seu treinador no Napoli.

Reprodução/Milan
Imagem: Reprodução/Milan

Paquetá é vaiado pela torcida da Sampdoria

Principal atrativo da partida, a estreia de Lucas Paquetá chamou a atenção não só da torcida do Milan, mas da Sampdoria também. Jogando no estádio do rival, o meia brasileiro foi vaiado pelos torcedores em dois momentos: quando deu um bote para roubar a bola no ataque e quando sofreu falta na entrada da área defensiva do Milan. Os torcedores da Sampdoria não concordaram com as decisões da arbitragem nos lances que tiveram Paquetá como protagonista.

Teste de fogo

A tarde não foi das mais tranquilas para o Milan. Após passar sufoco no primeiro tempo, quando viu a Sampdoria dominar as ações, os visitantes equilibraram o jogo e ficaram perto de abrir o placar, com Higuaín. No segundo tempo, a partida manteve o tom de equilíbrio, com as duas equipes desperdiçando boas chances. 

Após o difícil duelo contra a Sampdoria, o Milan foca suas atenções na decisão da Supercopa da Itália. A partida de quarta-feira (16), que acontecerá na Arábia Saudita, pode garantir o primeiro título da equipe em 2019. 

Mais Futebol