Topo

Futebol


Sorteio da Copa América tem "merchan" de Ronaldinho e Cafu "engraçadinho"

Sergio Moraes/Reuters
Cafu e Ronaldinho Gaúcho antes do sorteio da Copa América Imagem: Sergio Moraes/Reuters

Danilo Lavieri, Pedro Ivo Almeida e Rodrigo Mattos

Do UOL, no Rio de Janeiro

2019-01-24T21:47:00

24/01/2019 21h47

O sorteio dos grupos da Copa América foi marcado por estilo e merchan de Ronaldinho, as piadas de Cafu com os convidados e uma ignorada ao presidente da CBF, Coronel Nunes. A cerimônia ocorreu na Cidade das Artes, na Barra de Tijuca, e representou o pontapé inicial da competição.

De início, o evento foi aberto pelo discurso do presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez. Em sua fala, homenageou várias autoridades presentes e incluiu o "presidente eleito da CBF, Rogério Caboclo". Neste momento, deu um sorriso. Assim, ignorava o presidente em exercício Coronel Nunes, que tornou-se desafeto após votar contra a Conmebol em eleição na Copa do Mundo. Nunes não foi ao evento e está em São Paulo se recuperando de cirurgia do final do ano.

Depois disso, foi a vez de os ex-jogadores subirem ao palco. Na apresentação da bola da Copa América, chamada Rabisco, Ronaldinho apareceu com a calça levantada até o joelho em apenas uma perna e com uma camisa da Nike. Perguntado se queria testar a bola da Nike, oficial da competição, ele preferiu nem pegar nela: "A Nike dificilmente erra". Ele é patrocinado pela empresa.

Quando chegou a hora de sortear as bolinhas, foi a vez do misto de Cafu assumir o protagonismo. Apresentando a cerimônia juntamente com Tadeu Schimit e Fernanda Gentil, ele tentou fazer piadas com quase todos os convidados, embora nem sempre tenha arrancado risadas da plateia.

Ao ex-jogador Zico, ele fez uma pergunta: "Como é ser reconhecido no Japão e não ter o mesmo reconhecimento no Brasil?". Zico respondeu: "Tenho sim. Sou muito grato ao torcedor brasileiro." O jogador é o grande ídolo da torcida do Flamengo, maior torcida do país.

Depois, foi a vez de brinca com o ex-companheiro de time Zé Roberto sobre seu cabelo black power, uma marca registrada. Disse que poderia apresentar o seu cabeleireiro para o jogador: "Dá um tapinha aí rapaz". Zé Roberto disse que queria manter o cabelo.

Outra brincadeira foi com Marta, melhor jogadora do mundo. Disse que ia revelar algo sobre ela. A jogadora não pareceu entender direito e falou para ele falar depois. A piada ficou no ar e ninguém entendeu.

Mais Futebol