Topo

Futebol


Fevereiro já acabou para o Athletico. Mas amistosos mantêm torcida na ativa

Gabriel Machado/AGIF
Time principal, comandado por Tiago Nunes, só entra em campo 5 de março Imagem: Gabriel Machado/AGIF

Do UOL, em Santos (SP)

2019-02-11T18:16:30

11/02/2019 18h16

Eliminado precocemente do primeiro turno do Campeonato Paranaense, o Athletico só volta aos gramados, em jogos oficiais, no mês de março. Dia 5, o time principal estreia na Libertadores contra o Deportes Tolima, na Colômbia; e dia 9, é a vez de a equipe aspirante iniciar o segundo turno do Estadual (Taça Dirceu Krüger) em duelo contra o Toledo, na Arena da Baixada.

LEIA MAIS

Mas a ausência de jogos oficiais não deve incomodar tanto a torcida rubro-negra. Até porque, na próxima quarta-feira (13), o time principal joga pela primeira vez com presença dos aficionados - encara os paraguaios do General Díaz, às 19h30, na Arena da Baixada. Sete dias depois, no dia 20, o Furacão volta a enfrentar outro time paraguaio, o Guaraní, às 20h, no mesmo local.

Além de matar a saudade do time principal, que até agora só entrou em campo uma vez em 2019 - e com portões fechados, na vitória por 2 a 1 sobre o Guarani, no Brinco de Ouro -, os torcedores rubro-negros poderão acompanhar mais de perto os novos reforços: o lateral Madson, o zagueiro Bambu, os meias Léo Cittadini e Tomás Andrade e o atacante Marco Ruben.

Ainda existe a possibilidade de o Athletico confirmar mais um jogo-treino até a estreia oficial na temporada. As datas mais prováveis são 26 e 27 de fevereiro.

Guanaes projeta time mais forte para 2º turno

Depois da eliminação no primeiro turno ainda antes das semifinais, o técnico Rafael Guanaes terá quase um mês para deixar o time aspirante mais preparado para a segunda fase do Estadual. Mas apesar da queda, o treinador ficou satisfeito com a vitória por 1 a 0 sobre o Cianorte, no último domingo, e agora projeta uma equipe mais forte para a sequência do ano.

"Vamos plantar esse espírito de hoje [domingo]. O planejamento de trabalho para o período será esse que começamos a fazer. É preciso trabalhar para o time ser mais agressivo. Esse quase um mês de intervalo será usado para potencializar as qualidades dos garotos, para a equipe voltar mais forte", afirmou.

Mais Futebol