Topo

Flamengo

Sobrevivente que teve 30% do corpo queimado no Fla acorda pela primeira vez

Divulgação/Flamengo
Jhonata teve 30% do corpo queimado Imagem: Divulgação/Flamengo

Adriano Wilkson

Do UOL, no Rio de Janeiro

2019-02-12T12:34:57

12/02/2019 12h34

O garoto de 15 anos Jhonata Ventura que teve mais de 30% do corpo queimado no incêndio do CT do Flamengo despertou na manhã desta terça-feira (12) pela primeira vez desde o incidente que matou dez jogadores da base rubro-negra e feriu outros três na última sexta-feira.

Em um comunicado assinado pelos médicos Carlos Alberto Jr e Bianca Ohana, a Secretaria de Saúde do Rio informou que o zagueiro está "sem sedação, acordado e atendendo a comandos simples ao exame clínico", além de ter apresentado melhoras no padrão ventilatório e estabilidade hemodinâmica.

Na segunda, os médicos do Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Pedro II, no Rio de Janeiro, especializado nesse tipo de tratamento, já haviam começado a retirar a sedação que mantinha o paciente dormindo. Jhonata não apresentava mais febre e uma broncoscopia mostrava melhoras nas lesões pulmonares. As queimaduras mais profundas também não haviam piorado, segundo os médicos. 

A secretaria de saúde do município informou que o atleta capixaba acordou na manhã seguinte e interagiu com os profissionais que fazem parte de seu tratamento.

O estado de Jhonata deixou de ser considerado grave e ele apresenta evolução, mas ainda inspira mais cuidados do que seus dois colegas que também sobreviveram ao incêndio no Ninho do Urubu. Francisco Dyogo permanece internado no hospital Vitória, na Barra da Tijuca. Já Cauan Emanuel recebeu alta e já está com seus familiares. Os dois receberam a visita de jogadores do elenco profissional do Flamengo no fim de semana.

Nota da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro:

O paciente Jhonata Cruz Ventura encontra-se no momento sem sedação, acordado e atendendo a comandos simples ao exame clínico. Apresenta melhora evolutiva dos parâmetros ventilatórios e estabilidade hemodinâmica. Foi submetido na manhã de hoje a mais um banho das queimaduras mais profundas e curativos, mostrando melhora de algumas lesões. Segue aos cuidados de terapia intensiva no CTQ.

Dr. Carlos Alberto Jr, diretor médico, CRM 52698792
Dra. Bianca Ohana, chefe do CTQ, CRM 52805220

Tragédia do CT do Flamengo: saiba quem são as vítimas

UOL Esporte