Topo

Esporte


Neymar na torcida, VAR e pênalti no fim: PSG dá adeus à Liga dos Campeões

Geoffroy Van der Hasselt/AFP
Imagem: Geoffroy Van der Hasselt/AFP

Do UOL, em São Paulo

2019-03-06T18:57:51

2019-03-06T20:40:18

06/03/2019 18h57Atualizada em 06/03/2019 20h40

O Manchester United conseguiu hoje uma virada histórica na Liga dos Campões da Europa 2018/2019. Pior para o Paris Saint-Germain.

Jogando no Parc des Princes pelas oitavas de final da competição, o PSG, que teve Neymar na torcida, perdeu por 3 a 1 para os ingleses, que avançaram às quartas. No jogo de ida, em Old Trafford, o time francês havia vencido por 2 a 0.

Assim, o duelo terminou empatado em 3 a 3. Os ingleses, entretanto, avançaram graças aos gols marcados fora de casa. Assim, garantiram-se entre os oito melhores do continente.

Rafael Reis: Derrota do PSG prova que tradição no futebol não se compra

UOL Esporte

Melhor, Lukaku mostrou oportunismo

O belga foi decisivo para o Manchester United, principalmente pelo primeiro tempo. Mostrando muito oportunismo, roubou a bola para fazer o primeiro gol e aproveitou um rebote para marcar o segundo. Com o crescimento do PSG, perdeu espaço no jogo - mas já com o melhor que poderia fazer.

Pior, Thilo Kehrer vacilou na defesa

Atuando como lateral direito, Thilo Kehrer falhou logo no começo do jogo, em lance que terminou com o primeiro gol do Manchester United. Ainda no primeiro tempo, chegou a escorregar, criando boa oportunidade que Marcus Rashford desperdiçou. No segundo tempo, acabou substituído.

Franck Fife/AFP
Imagem: Franck Fife/AFP

Angel di María fez falta em campo

Decisivo no jogo de ia, Angel di María nem de longe repetiu o desempenho na partida de hoje. No primeiro tempo, só foi notado ao receber um cartão amarelo aos 32 minutos. No segundo, chegou a marcar um belo gol, que foi anulado pela arbitragem. Aos 30, puxou bom contra-ataque, mas Kylian Mbappé perdeu o controle e mandou a bola para fora. Quatro minutos depois, tentou uma jogada ensaiada em um escanteio - e errou feio.

United acha o caminho e faz 2 a 1

A falta de atenção do PSG no início da partida cobrou seu preço. Logo aos 2 minutos, Thilo Kehrer recebeu na direita da defesa e tentou recuar, mas errou o passe para Thiago Silva - melhor para Romelu Lukaku, que roubou a bola, passou por Gianluigi Buffon e tocou para o gol.

A desvantagem prematura fez o PSG avançar, tocando a bola no ataque em busca de chances. E a resposta foi rápida: após troca de passes, Kylian Mbappé avançou pela direita e cruzou rasteiro para Juan Bernat, que escorou e empatou aos 12 minutos. De quebra, o próprio Bernat quase virou pelo mesmo lado aos 19, em forte chute defendido por David de Gea.

Domínio do PSG? Nada disso. Aos 29 minutos, Marcus Rashford arriscou pela esquerda, Buffon bateu roupa e deixou para Lukaku mandar para as redes. A partir daí, até o intervalo, o United não se intimidou, criando chances perigosas. Na melhor delas, aos 36, Rashford recebeu pela direita e bateu cruzado, rente à trave - a arbitragem, porém, marcou o impedimento.

Benoit Tessier/Reuters
No primeiro tempo, Lukaku aproveitou rebote de Buffon e fez 2 a 1 para o United Imagem: Benoit Tessier/Reuters

PSG pressiona, mas VAR decide

O PSG quase conseguiu aos 10 minutos do segundo tempo a tranquilidade que buscava: após belo passe de letra de Kylian Mbappé, Angel di María apareceu na área e tocou por cobertura na saída de David de Gea para empatar - a arbitragem, de novo, assinalou impedimento do argentino no lance. Depois, aos 17, Julian Draxler foi à linha de fundo pela direita e cruzou para Mbappé bater para fora, mas o auxiliar marcou a saída de bola do alemão.

Naquele momento, os franceses dominavam o jogo, mas sem oferecerem perigo real a De Gea. Aos 36 minutos, o goleiro apareceu bem no chute de Thomas Meunier, após passe de Daniel Alves. Dois minutos depois, na melhor chance francesa no segundo tempo, Mbappé chegou a driblar De Gea, mas se desequilibrou e perdeu a bola - na sobra, Bernat chutou e acertou a trave.

O jogo parecia controlado, até quem Diogo Dalot chutou para o gol aos 44 minutos - a bola desviou no braço de Presnel Kimpembe e saiu. A arbitragem então consultou o VAR e assinalou o pênalti. Marcus Rashford bateu forte aos 48, sem chances para Gianluigi Buffon, e classificou o United.

Neymar acompanha jogo dos camarotes

Reprodução
Imagem: Reprodução

Conforme esperado pelo PSG, Neymar acompanhou à partida no setor de camarotes do Parc des Princes. Ao lado do camisa 10, em recuperação de uma fratura no quinto metatarso do pé direito, estava o gamer Ninja. Dois dias antes, o atacante participou do Carnaval no Rio de Janeiro.

FICHA TÉCNICA
PARIS SAINT-GERMAIN 1 X 3 MANCHESTER UNITED

Data: 6 de março de 2019 (quarta-feira)
Hora: 17h (horário de Brasília)
Local: Parc des Princes, em Paris (FRA)
Árbitro: Damir Skomina (EVQ)
Assistentes: Jure Praprotkin (EVQ) e Robert Vukan (EVQ)
Gols: Romelu Lukaku, aos 2 min do 1º T (MUN); Juan Bernat, aos 12 min do 1º T (PSG); Romelu Lukaku, aos 29 min do 1º T (MUN); Marcus Rashford, aos 48 min do 2º T (MUN)
Cartões amarelos: Angel di María (PSG) e Leandro Paredes (PSG); Luke Shaw (MUN)

PARIS SAINT-GERMAIN: Gianluigi Buffon; Thilo Kehrer (Leandro Paredes), Thiago Silva, Presnel Kimpembe e Juan Bernat; Marquinhos e Marco Verrati; Dani Alves (Edinson Cavani), Julian Draxler (Thomas Meunier) e Angel di María; Kylian Mbappé
Técnico: Thomas Tuchel

MANCHESTER UNITED: David de Gea; Victor Lindelöf, Eric Bailly (Diogo Dalot), Chris Smalling e Luke Shaw; Scott McTominay, Ashley Young (Mason Greenwood) e Fred; Andreas Pereira (Tahith Chong), Romelu Lukaku e Marcus Rashford
Técnico: Ole Gunnar Solskjaer

Mais Esporte