Topo

Corinthians

Comprar ingresso
Comprar ingresso

Diretor do Corinthians volta sem Arana, mas Sevilla promete contraproposta

Quality Sport Images/Getty Images
Gulherme Arana, lateral formado no Corinthians e atualmente no Sevilla, pode voltar ao Parque São Jorge Imagem: Quality Sport Images/Getty Images

Samir Carvalho e Ricardo Perrone

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-03-08T20:50:20

08/03/2019 20h50

O diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, viajou à Espanha para tentar fechar a contratação do lateral-esquerdo Guilherme Arana, mas voltou sem o atleta na "bagagem". No entanto, a negociação não foi encerrada, e Arana ainda pode vestir a camisa do Alvinegro nesta temporada.

Segundo apurou o UOL Esporte, o Sevilla prometeu fazer uma contraproposta para tentar fechar a transação. A ideia do clube espanhol é criar uma espécie de mecanismo que evite atrasos nas parcelas futuras. O Corinthians aceita pagar 8 milhões de euros (R$ 34 milhões) de forma parcelada por 90% dos direitos econômicos do lateral.

O retorno de Duílio hoje da Espanha, aliás, já estava previsto desde o embarque do dirigente no início desta semana.

A negociação ainda foi prejudicada por dois motivos: a internação do presidente Andrés Sanches, diagnosticado com encefalite viral - uma inflamação do cérebro, e o jogo do Sevilla contra o Slavia Praga, pelas oitavas de final da Liga Europa.

Os dirigentes espanhóis adiaram a reunião de ontem por conta do jogo. Se não bastasse, Duílio não poderia "bater o martelo" sem o aval de Andrés Sanchez no Brasil.

 A negociação é uma espécie de "jogo de paciência". Os dirigentes de Parque São Jorge alegam ter o dinheiro para comprar Guilherme Arana, mas não querem destinar "toda verba" pelo lateral pois acreditam que precisarão reforçar mais o elenco durante esta temporada.

Aos 21 anos, Guilherme Arana tem pouco espaço no Sevilla e está disposto a voltar. Na atual temporada europeia ele jogou apenas 18 partidas, com 1.324 minutos - equivale a pouco mais de 30% do tempo em que o Sevilla esteve em campo.

Siga o UOL Esporte no