Topo

São Paulo

São Paulo só empata com rebaixado São Caetano, mas garante a classificação

Siga o UOL Esporte no

Bruno Grossi

Do UOL, em São Caetano do Sul

2019-03-20T23:23:29

20/03/2019 23h23

Mais uma vez, o São Paulo não convenceu no Paulistão. Hoje à noite, no Estádio Anacleto Campanella, o Tricolor paulista ficou apenas no empate por 1 a 1 com o rebaixado São Caetano. O belo gol dos visitantes foi marcado por Antony no segundo tempo, enquanto Pablo fez para os donos da casa. Apesar do futebol apresentado abaixo do esperado, o time do Morumbi garantiu a classificação para as quartas de final contra o Ituano.

Também na disputa por uma vaga, o Oeste ficou 1 a 1 com o Mirassol e fechou a fase com 13. Amanhã, em reunião na federação, será definida a tabela da próxima fase, mas por ser o segundo colocado no Grupo D, com 15 pontos, o São Paulo vai jogar a primeira partida em seus domínios e define a sua vida na casa do adversário, que terminou a etapa de abertura do estadual com 17 pontos. Já o Azulão, com apenas oito pontos, vai disputar a Série A-2 do estadual em 2020.

Panos quentes

O treinador interino Vagner Mancini tentou minimizar a polêmica com o goleiro Jean, que foi multado e afastado do time por ter saído mais cedo do treino após reunião entre comissão técnica e atletas.

"Não interfere em nada. Não foi nada de especial. Depois do jogo, eu explico essa situação. O mais importante era pensar no São Caetano", disse Mancini, em entrevista ao Premiere antes da partida.

Aposta em Igor Gomes

Sem contar com o lesionado Hernanes, Mancini apostou as suas fichas em Igor Gomes. Promessa das categorias de base do clube, o garoto formou o meio campo com o volante Luan e o capitão Hudson, que acertou sua renovação com o Tricolor.

Tricolor abre placar, mas não valeu

Aos 22 minutos da primeira etapa, o São Paulo chegou a balançar as redes com Gonzalo Carneiro. Reinaldo havia cruzado escanteio pelo lado esquerdo, Hudson desviou e o uruguaio, em posição irregular, marcou. O árbitro anulou o tento.

Azulão assusta

Com a necessidade de buscar o resultado, o São Caetano pressionou o São Paulo. A equipe da casa criou boas oportunidades explorando os lados do campo. Aos 24 minutos do primeiro tempo, o meio-campista Esley, do São Caetano, ficou cara a cara com Tiago Volpi e obrigou o goleiro são-paulino a fazer boa defesa.

Mancini mexe no time

Para tentar dar mais força ao ataque, o técnico Vagner Mancini mexeu na escalação do Tricolor no segundo tempo. Everton Felipe entrou no lugar de Gonzalo Carneiro, enquanto Igor Vinícius deu vaga para Bruno Peres e Igor Gomes foi substituído por Jonatan Gómez.

Com estilo, Antony faz o primeiro como profissional

Antony ajudou o são-paulino a respirar um pouco mais tranquilo no segundo tempo. Aos 25 minutos, o jovem, de 19 anos, recebeu a bola e fora da área bateu para o gol. Após desvio em Capa, a redonda morreu no fundo das redes.

São Caetano empata

Aos 41 minutos do segundo tempo, o atacante Pablo, do São Caetano, acertou um belo chute no canto direito de Tiago Volpi e empatou a partida. Também atacante, Minho rolou e de primeira o camisa 7 do Azulão estufou a rede.

O melhor: Antony

O jovem foi o jogador do São Paulo que mais chamou a responsabilidade na partida. O garoto, de 19 anos, levou vantagem sobre a defesa do São Caetano e deu trabalho com sua velocidade e drible. Foi recompensando com um belo gol com chute colocado no canto esquerdo, sem chances para o goleiro Luiz Daniel.

O pior: Igor Vinícius

O lateral direito do São Paulo teve muita dificuldade para conter o ataque do São Caetano. Durante toda a partida, os atacantes do Azulão optaram pelo lado em que Igor Vinícius era o defensor. Além disso, no apoio ofensivo, o lateral errou alguns cruzamentos que resultaram em posse para o São Caetano. O jogador foi substituído aos 20 minutos do segundo tempo, deu lugar a Bruno Peres.

Ficha técnica

São Caetano x São Paulo

Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira
Auxiliares: Marcelo Van Gasse e Miguel Cataneo Ribeiro
Cartões amarelos: Pablo, Max (São Caetano); Bruno Alves, Anderson Martins e Hudson (São Paulo)
Público e renda: 3.425 pessoas e R$ 126.380,00
Gols: Antony, aos 25 do 2º tempo, Pablo aos 40 do 2º

São Caetano: Luiz Daniel; Alex Reinaldo, Max, Saimon e Capa; Esley (Rafael Marques), Vinícius Kiss, Pablo, Vitinho (Diego Rosa); Minho e Bruno Mezenga (Hernandes). Técnico: Pintado.

São Paulo: Tiago Volpi, Igor Vinicius (Bruno Peres), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Hudson e Igor Gomes (Jonatan Gómez), Antony, Carneiro (Everton Felipe) e Pablo. Técnico: Vagner Mancini.