Topo

Atlético-MG vira de forma heroica sobre Zamora e segue vivo na Libertadores

Fabio Santos comemora gol do Atlético-MG sobre o Zamora - Yuri Edmundo/EFE
Fabio Santos comemora gol do Atlético-MG sobre o Zamora Imagem: Yuri Edmundo/EFE

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

03/04/2019 21h06

O Atlético-MG venceu o Zamora, da Venezuela, por 3 a 2, de virada, hoje no Mineirão, e manteve vivo o sonho da Copa Libertadores. Depois de saírem perdendo por 2 a 0, os mineiros conseguiram o triunfo com gols de Maicon Bolt, Vinícius e Fábio Santos, em cobrança de pênalti. Gallardo e Guillermo Paiva fizeram para os visitantes.

" target="_blank">Veja os gols de Atlético-MG 3 x 2 Zamora

Com o resultado, o Galo ocupa a terceira colocação da chave com três pontos, seis a menos que o Cerro Porteño, líder. O segundo é o Nacional, do Uruguai, com seis. O Zamora é o lanterna e ainda não pontuou. No dia 10 de abril, o Atlético volta a campo pela competição para enfrentar o Cerro Porteño, fora de casa, às 19h15 (de Brasília).

O melhor: Luan comanda Atlético-MG em reação

O meia-atacante Luan foi, sem dúvidas, o melhor em campo na noite de hoje. Dono da camisa 5, ele incendiou o time quando necessário e criou boas chances de balançar a rede de Joel Graterol. O jogador ainda deu um passe para Maicon Bolt marcar de cabeça. Não à toa, ele deixou o campo aos 37 minutos do segundo tempo aplaudido pela torcida.

Os piores: Fábio Santos e Guga fazem jogo desastroso

Fábio Santos fez uma partida desastrosa pelo Atlético-MG na noite de hoje, no Mineirão. O lateral esquerdo deu muitas brechas para os homens de frente do Zamora chegarem à meta de Victor. Ele também foi atrapalhado pelas atuações dos pontas Maicon e Luan, que pouco marcaram. Ao menos, conseguiu converter o pênalti que deu a vitória à equipe. Guga foi outro que fez uma partida decepcionante. O lateral direito falhou no lance que culminou no primeiro gol do rival venezuelano, marcado por Erickson Gallardo. Ele deu muita brecha para o cruzamento de Jáder Maza.

Rabello falha contra atleta 24 centímetros mais baixo

Igor Rabello cometeu mais um erro de bola aérea em jogo do Atlético. O zagueiro, de 1,91m de altura, perdeu em bola aérea para Erickson Gallardo, de 1,67m, em bola aérea. A falha culminou no primeiro gol do time visitante no Mineirão. Antes disso, ele já havia falhado na derrota para o Nacional, do Uruguai, em gol de Bergessio, e na vitória sobre o América-MG, em bola na rede de Paulão, pelo Mineiro.

Atlético-MG se queixa de gol, mas sem validade

O gol marcado por Guillermo Paiva, já nos acréscimos do primeiro tempo, culminou em reclamação por parte do time do Atlético-MG. O lance, contudo, não apresentou nenhuma irregularidade. A queixa era sobre um possível impedimento. O problema era que o atacante, autor do gol, estava em posição legal.

Bolt volta a marcar e melhora média pelo Atlético

Maicon Bolt voltou a balançar as redes com as cores do Atlético-MG e chegou à quinta participação em gol em nove partidas pelo clube. O atacante atua ativamente em um lance de gol do clube a cada 87 minutos. Ele tem sido o mais importante dos homens pela esquerda de Levir Culpi na temporada, superando David Terans e Chará, que já atuaram no setor. Elias também foi improvisado na função.

Fábio Santos volta a marcar em cobrança de pênalti

Batedor oficial de pênaltis do Atlético-MG, Fábio Santos voltou a cobrar uma penalidade e ajudou o Galo a sair com o resultado positivo sobre o Zamora na noite de hoje, no Mineirão. O lateral esquerdo converteu pênalti aos 34 do segundo tempo. Antes disso, ele havia feito no empate com o Cruzeiro.

Levir é xingado por parte da torcida no intervalo

Levir Culpi voltou a ser xingado pela torcida do Atlético-MG na partida diante do Zamora. Ainda no intervalo, quando o time da Venezuela vencia o adversário por 2 a 0, o técnico chegou a escutar vaias e um cântico de xingamento vindo da torcida: "ei, Levir, vai tomar no c*".

Ricardo Oliveira perde gol claro, mas reage

Artilheiro do Atlético-MG na temporada com 10 gols em 12 partidas, Ricardo Oliveira perdeu uma chance incrível contra o Zamora quando o jogo ainda estava 1 a 0 para o visitante. O camisa 9 recebeu de Elias, responsável por fazer o pivô, e tentou finalização de pé esquerdo, mas mandou por cima do gol de Joel Graterol.

Mas o centroavante não ficou marcado apenas pelo gol perdido. Pelo contrário. Ele foi um dos nomes do Galo na reação sobre o Zamora. O camisa 9 deu assistência para o gol de Vinícius e sofreu o pênalti convertido por Fábio Santos.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 3 x 2 ZAMORA

Motivo: 3ª rodada do Grupo E da Copa Libertadores da América
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 3 de abril de 2019 (quarta-feira)
Horário: às 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Gery Vargas (BOL)
Assistentes: Jose Antelo (BOL) e Edwar Saavedra (BOL)
Cartão amarelo: Luan, Réver (Atlético-MG); Óscar Hernández (Zamora)
Cartão vermelho: Óscar Hernández (Zamora)
Gols: Gallardo - 16'/1ºT (0-1); Guillermo Paiva - 45+1'/1ºT (0-2); Maicon Bolt - 5'/2ºT (1-2); Vinicius - 26'/2ºT (2-2); Fábio Santos - 34'/2ºT (3-2)

Atlético-MG
Victor; Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison (Nathan), Elias (Vinícius), Luan (Jair), Juan Cazares e Maicon; Ricardo Oliveira.
Técnico: Levir Culpi.

Zamora
Joel Graterol; Carlos Castro, Kevin de la Hoz, Ignacio González e Mayker González; Óscar Hernández, Gustavo Rojas (Jorge Soto), Erickson Gallardo, Pedro Ramírez (Mena Ortíz) e Jáder Maza; Guillermo Paiva (Juan Pablo Zarate).
Técnico: Alí Cañas.