Topo

Cruzeiro

Fred marca 3, Cruzeiro passa por cima do Huracán e garante vaga nas oitavas

Divulgação/Mineirão
Imagem: Divulgação/Mineirão

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

2019-04-10T21:06:07

10/04/2019 21h06

Com um show de Fred, o Cruzeiro sacramentou hoje sua classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores. Jogando no Mineirão, os comandados de Mano Menezes receberam o Huracán e passaram por cima do adversário com uma goleada por 4 a 0. O destaque foi o artilheiro Fred, que marcou três vezes. Dodô fechou a conta.

Com o resultado, o Cruzeiro segue 100% e vai aos 12 pontos. Amanhã, o Emelec recebe o Deportivo Lara. Se o time equatoriano vencer ou se a partida terminar empatada, a Raposa já estará garantida também no primeiro lugar, podendo ainda lutar para ficar com a melhor campanha geral da Libertadores.

Quem foi bem: Fred decide para o Cruzeiro

O dono do jogo não poderia ser outro diferente além de Fred, autor de três gols. Em seu 14º jogo no ano, o centroavante já colocou 14 bolas na rede. Mas a partida também foi boa para Marquinhos Gabriel, que continua mostrando muito entrosamento pelo lado esquerdo e pode colocar uma dúvida na cabeça de Mano Menezes.

Fred desencanta em jogo 100 pelo Cruzeiro

Até o jogo de hoje, Fred nunca tinha marcado pelo Cruzeiro em uma partida de Libertadores. E o primeiro gol não poderia ter vindo em dia melhor. Em sua 100º partida pelo clube, o atacante foi mortal. Primeiro levando a melhor pelo alto ao disputar com dois zagueiros e cabecear para as redes após o cruzamento de Marquinhos Gabriel. Pouco tempo depois, a sintonia continuou forte. O meia acreditou no lançamento de Robinho e conseguiu colocar a bola na direção do artilheiro, que só empurrou para o gol. Mas ele estava impossível e ainda guardava mais para o primeiro tempo. O lado esquerdo do Cruzeiro continuou avassalador. De lá, Dodô cruzou, e Fred subiu bem demais para testar firme e fazer seu terceiro no jogo, o terceiro da Raposa.

Fábio faz milagres, e Dedé escapa de pênalti

Entre o primeiro e o segundo gol do Cruzeiro, Fábio fez duas defesas de cinema em um mesmo lance. Dentro da área, o camisa 1 defendeu uma finalização à queima roupa de Barrios. No rebote, Damonte bateu forte, e o goleiro, praticamente caído, voltou a fazer outra defesa espetacular. Antes da defesa, a bola ainda bateu no braço aberto de Dedé, mas a arbitragem mandou o jogo seguir, gerando revolta dos argentinos.

Torcida se diverte com goleada sobre o rival

A vitória já estava garantida, e o Cruzeiro não passava sustos. No mesmo horário, o rival Atlético-MG sofria uma goleada para o Cerro Porteño, levando quatro gols ainda no primeiro tempo. Com a felicidade duplicada, a torcida celeste aproveitou para provocar o rival às vésperas da final do Campeonato Mineiro e também para comemorar os gols dos paraguaios.

Cruzeiro segue cartilha de Mano e tira o pé

Quando venceu o América-MG por 3 a 0 na semifinal do Mineiro, o Cruzeiro tirou o pé no segundo tempo e se poupou para a partida contra o Huracán. Dessa vez não foi diferente. A poucos dias da final do Mineiro contra o Atlético, o Cruzeiro claramente desacelerou em campo. Apesar de não ter deixado de atacar, valorizou a posse de bola, fez o tempo passar e não forçou a parte física. Por consequência, o Huracán chegou com mais frequência, mas a partida estava controlada demais, e os argentinos pouco ameaçaram.

Dodô fecha a conta com golaço na gaveta

A partida estava controlada, e o Cruzeiro administrava a vitória com calma. Mas o lateral Dodô ainda queria mostrar mais trabalho em sua oportunidade como titular, já que Egídio foi poupado. Como prova do alto nível do plantel celeste, o lateral reserva recebeu na esquerda, puxou para o meio e chutou de perna direita no ângulo do goleiro Antony.

Mano "veta" gritos de olé e vira maestro com cantos

Instantes antes de Dodô fechar a conta para o Cruzeiro, a torcida ensaiou gritos de olé nas arquibancadas. Prevendo eventuais jogadas violentas dos argentinos, Mano Menezes pediu que os cantos fossem interrompidos. Em seguida, novas músicas foram entoadas pelos torcedores e ganharam a aprovação do técnico, que fez o sinal de positivo e "regeu" a orquestra.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 4x0 HURACÁN

Motivo: 4ª rodada, Grupo B da Copa Libertadores
Data/Hora: 10/04/2019, às 19h15 (de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Julio Bascuñán.
Gols: Fred, 18'1ºT (1-0), 22'1ºT (2-0), 31'1ºT (3-0), Dodô, 37'2ºT (4-0)
Cartões amarelos: Dedé, Lucas Romero (CRU), Pérez, Alderete, Auzqui (HUR)
Cartão vermelho: Não teve.
Público/Renda: 26.077 pagantes/31.694 presentes/R$873.106,00.

CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Dedé, Léo e Dodô; Henrique e Lucas Romero (Ariel Cabral - 29'2ºT); Robinho (Rafinha - 16'2ºT), Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Fred (Raniel - 23'2ºT). Técnico: Mano Menezes.

HURACÁN: Antony Silva; Chimino, Salcedo, Alderete e Araujo; Auzqui (Toranzo - 30'2ºT), Damonte, Rossi, Pérez (Roa - Intervalo); Gamba (Chávez - 19'2ºT), Barrios. Técnico: Antonio Mohamed.