Topo

Atlético-MG

Atlético-MG nega procura a T. Nunes e ironiza: "nos usou para ter aumento"

Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Sérgio Sette Câmara, presidente do Atlético-MG Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Do UOL, em Belo Horizonte

2019-04-12T20:23:27

12/04/2019 20h23

O Atlético-MG respondeu o Athletico-PR depois da declaração de Mario Celso Petraglia sobre o fato de a procura da diretoria mineira ao técnico Tiago Nunes ser antiética.

O Galo utilizou o perfil do clube no Twitter para se manifestar a respeito do comunicado:

"Não foi bem assim. O treinador nos foi oferecido por seu empresário e provavelmente usou desse expediente pra ganhar um expressivo aumento. É inacreditável que o Petraglia esteja há 50 anos no futebol e não tenha aprendido como funciona!", escreveu a cúpula mineira.

Mais cedo, Petraglia havia se manifestado sobre o interesse do Atlético na contratação do comandante de 39 anos.

"Incrível, é verdade, o "Mineiro" de forma antiética fez proposta milionária ao nosso técnico TNunes! O próprio presidente, seu vice e o traria Rui Costa participaram em viva voz do telefonema!Desespero total! Esqueceram eles que o TN é de homem de palavra trabalha no Paranaense", escreveu o dirigente em seu perfil no mesmo microblog.

O Atlético havia apresentado uma oferta de R$ 240 mil por mês para contar com Tiago Nunes em seu banco de reservas. O treinador recebe cerca de R$ 120 mil mensais na Arena da Baixada. Depois de uma reunião com Petraglia na tarde de hoje, ficou definido que ele seguirá no CT do Caju.