Topo

Internacional

Camilo, Alvez, Tréllez... Inter prepara saídas após Campeonato Gaúcho

Reprodução/Instagram/Sport Club Internacional
Camilo não deve ter contrato renovado ao fim do vínculo e deixa o Interancional Imagem: Reprodução/Instagram/Sport Club Internacional

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

2019-04-19T04:00:00

19/04/2019 04h00

O fim do Campeonato Gaúcho trouxe um momento de avaliação interna no Inter. O elenco passará por algumas mudanças de olho nas competições do segundo semestre. E ao menos três jogadores devem deixar o grupo.

Os dois primeiros têm vínculos no fim. Camilo e Jonatan Alvez não terão contratos renovados por motivos diversos.

Ainda que tenha virado opção no time de cima e conte com apreço do grupo de jogadores, o ex-Botafoguense tem salário alto para ser mantido na condição de suplente. Além disso, a falta de sequência incomoda o jogador, que pretendia ser utilizado repetidamente.

Camilo ainda errou o pênalti que abriu a decisão nas cobranças após o empate em 0 a 0 com o Grêmio na final do Gauchão. A torcida ficou muito irritada com o ocorrido.

"Para que se veja como são as coisas. O Camilo é um dos nossos melhores batedores de pênalti. Já fez gols decisivos, bateu pênaltis bem a carreira toda. Hoje perdeu. São situações. Tem jogadores que poderiam bater, mas estavam desgastados. É assim mesmo", disse o técnico Odair Hellmann.

Jonatan Alvez também ganhou "sobrevida" ao fim do Estadual. Entrou nos dois jogos contra o Caxias e foi bem em ambos. Marcou um golaço e mostrou que poderia ter sido melhor aproveitado.

O uruguaio, porém, sofre pelo excesso de estrangeiros e pelo preço. Para o manter, o Internacional teria que arcar com pagamento próximo a 3 milhões de dólares (R$ 11,7 milhões). E, com a posição ocupada por Paolo Guerrero e a difícil situação financeira, o valor torna impossível a manutenção.

Os vínculos de Camilo e Alvez acabam em julho. Até lá ambos permanecerão no grupo de jogadores.

Já Tréllez não teve bom aproveitamento no início do ano. Emprestado pelo São Paulo até 31 de dezembro, o colombiano sobrou até do banco de reservas no Estadual. O motivo para isso é o excesso de estrangeiros. Como apenas cinco podem ficar disponíveis ao mesmo tempo em competições nacionais, as vagas são ocupadas por D'Alessandro, Guerrero, Nico López, Cuesta e Sarrafiore.

Como possui contrato em vigor, o Colorado não tem outra opção que não procurar algum interessado no repasse do empréstimo. A situação dependerá de interessados e não está definida.

Outros jogadores pouco aproveitados também podem deixar o clube. Caso do zagueiro Klaus, que teve uma consulta do Bahia.

Empréstimos já são realidade

O Internacional emprestou recentemente quatro jogadores para ganhar experiência. O volante Ramon foi cedido ao Vila Nova-GO, o meio-campista Mossoró, que defendeu o Novo Hamburgo no primeiro semestre, foi para o ABC-RN, o atacante Bruno José defenderá o Botafogo-SP e o centroavante Brenner, que tinha retornado para base, atuará no Oeste-SP.