Topo

Palmeiras

Palmeiras adota calma para renovar e mantém Felipe Melo em "zona de risco"

Marcello Zambrana/AGIF
Felipe Melo, do Palmeiras, enfrenta o São Paulo no Morumbi Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

2019-04-19T04:00:00

19/04/2019 04h00

O Palmeiras não tem pressa para renovar o contrato de Felipe Melo. Com o vínculo marcado para se encerrar em dezembro, o jogador já sinalizou à diretoria que pretende ficar, mas não viu as conversas iniciais avançarem. A decisão deixa o camisa 30 a poucos meses de poder assinar um pré-contrato.

O clube já adotou a mesma postura em outras negociações, como Fernando Prass, Jailson e Edu Dracena, que tiveram seus contratos renovados por mais um ano só em novembro de 2018. A diretoria também já agiu com antecedência em outros casos, como o de Jean, por exemplo, que teve o vínculo renovado em janeiro.

Na atual situação, Felipe Melo poderia assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe a partir do meio do ano. Neste caso, a legislação prevê a saída do jogador sem nenhum custo, desde que o Palmeiras seja avisado pelo interessado.

Em um primeiro momento, no entanto, a vontade do ex-jogador da seleção brasileira é continuar no Palmeiras. Ele está bem adaptado à cidade de São Paulo, vive em um condomínio fechado na região metropolitana da cidade e já se estabeleceu com a sua família.

Na virada do ano, uma possível transferência de Felipe Melo para o Flamengo foi bastante especulada, mas nenhuma proposta oficial foi apresentada ao Palmeiras. Houve, no clube, quem suspeitasse que as conversas tenham sido vazadas para pressionar o time paulista.

Aos 35 anos, o volante já completou 100 jogos oficiais vestindo o verde, além de outros cinco amistosos. Ele coleciona bons momentos, como o título do Brasileirão de 2018, mas também outros dias conturbados, como o momento em que foi afastado após brigar com Cuca.