Topo

Esporte


"Achei que tinha levado uma pancada", diz Felipe sobre infarto de Casillas

@FCPorto/Twitter
Felipe, zagueiro do Porto Imagem: @FCPorto/Twitter

Marcus Alves

Colaboração para o UOL, em Lisboa (POR)

2019-05-02T11:12:51

02/05/2019 11h12

Ao fim do treino desta manhã, o zagueiro Felipe, do Porto, deu mais detalhes sobre os minutos de nervosismo que o elenco passou com o infarto agudo do miocárdio sofrido pelo goleiro Iker Casillas na última quarta-feira. Na ocasião, o veterano de 37 anos teve de ser levado às pressas para o hospital e passou por uma operação de cateterismo com urgência. Como não poderia deixar de ser, o susto foi grande internamente.

O ex-corintiano, no entanto, não imaginou que a situação fosse tão grave ao ver Casillas reclamar de desconforto.

"Foi repentino. Estávamos treinando normalmente e aí ele sentiu uma dor forte. No início, não pensei que fosse tão grave, achei que tinha levado uma pancada ou qualquer coisa do tipo, mas foi um grande susto", afirmou Felipe.

"Ele precisa de descanso, vamos dar esse descanso para ele voltar ainda mais forte. Não pode ficar nervoso ou ansioso, sabemos que está muito bem e há que respeitar esse limite. Quando estiver muito bem podemos fazer essa visita", prosseguiu o defensor, que negou que o drama abalará a confiança dentro do grupo.

Reprodução/Twitter
Casillas se recupera de infarto em hospital Imagem: Reprodução/Twitter

Outro brasileiro, o lateral esquerdo Alex Telles deixou claro que Casillas tem de priorizar a sua recuperação neste momento.

"É melhor ele descansar. Foi um susto para todos nós. O importante é que fique bem. Tenho a certeza que vai ficar tudo bem", completou.

Através das redes sociais, o próprio goleiro espanhol tratou de tranquilizar a todos na noite passada, dizendo estar "tudo sob controle".

Ele passou a noite em um hospital no Porto e, a princípio, tem alta esperada para o próximo sábado. Depois, deverá ter de ficar pelo menos dois meses em recuperação até ter a sua condição de saúde mais uma vez verificada. No procedimento a que foi submetido, viu ainda ser colocado um 'stent' para desobstruir as suas artérias do seu coração.

Em entrevista ao canal oficial do Porto, um dos médicos do clube, Nelson Puga, esclareceu que a volta de Casillas aos gramados passa por diversos fatores, entre eles, a sua própria vontade, e que ainda é cedo para qualquer posicionamento nesse sentido.

O seu drama comoveu todo o mundo e chegou até mesmo ao presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, que ligou para ele mais cedo e revelou tê-lo o ouvido "muito bem disposto".

Reverenciado também no Real Madrid e na seleção espanhola, Casillas completará 38 anos no dia 20. Na sua ausência, o Porto tem à disposição os brasileiros Fabiano, ex-São Paulo, e Vaná, ex-Coritiba e ABC, nos quatro compromissos que faltam até o fim da temporada.

Mais Esporte