Topo

Santos

Jean Lucas elogia Abel, mas cita diferença de Sampaoli: "Técnico de Europa"

Ivan Storti/Santos FC
Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

2019-05-10T04:00:00

10/05/2019 04h00

O volante Jean Lucas quase não acertou com o Santos no início da temporada por um motivo: Abel Braga. O treinador do Flamengo não queria liberar o jovem jogador, pois acreditava que usaria ele durante a temporada. No entanto, após a negociação com Ronaldo, outro volante dos cariocas, fracassar, Jean acabou acertando com o Peixe.

O jogador de 20 anos deu entrevista exclusiva ao UOL Esporte e elogiou o antigo comandante, mas ressaltou as diferenças entre ele e o atual técnico, o argentino Jorge Sampaoli. Jean Lucas acredita que não teria evoluído tanto quanto vem evoluindo se tivesse continuado no Flamengo.

"O Sampaoli está me ajudando mais do que poderiam lá no Flamengo. Ele dá muito mais atenção aos jogadores. Estou pedindo muita ajuda a ele pra ver o que faço de errado e como posso melhorar para ajudar a equipe. Ele está me ajudando muito. Abel é um excelente treinador. A diferença dos dois é que o Sampaoli é treinador de Europa. A forma de trabalho dele é muito diferente do Abel. É mais intensidade de jogo, trabalho de perde-pressiona e gosta muito da bola, apesar do Abel gostar da bola também", opinou o volante.

Jean Lucas está adaptado à cidade de Santos, mas confessou que no começo foi difícil de entender o que Sampaoli pedia por conta da língua, mas já se acostumou. Agora, quer aprender cada vez mais com o argentino.

"Ele gosta bastante de mim, conversa bastante comigo, me passa instruções de posicionamento de campo que eu melhorei bastante. Antes eu girava no campo e atrapalhava outros jogadores e agora fico no setor só de um lado. Peço ajuda dele para melhorar e ajudar a equipe. Ele me elogiou quando cheguei, disse que sou um excelente jogador e gosta do meu futebol. Falou que posso melhorar a movimentação defensiva e também a pressão na bola. Eu tinha isso na base, mas perdi um pouco e estou voltando com o treinamento que ele faz comigo. Ele cobra que eu chegue bastante na área porque ele diz que volante tem que fazer gol, então estou chegando bastante", disse.

O volante já deu uma assistência na temporada, justamente entrando na área e escorando de cabeça para Eduardo Sasha marcar diante do Grêmio. No entanto, Jean ainda flerta com o primeiro gol pelo Peixe e já tem até dancinha ensaiada para a comemoração, mas só com alguns jogadores...

"Contra o Grêmio chutei pro alto, vi o lance depois e dava pra ter dominado. Contra o Flu foram duas: uma bateu na trave e a outra o goleiro pegou. Tem comemoração sim, vou meter uma dancinha. Ensaio com o pessoal que é do Rio né, eu, Jorge e o Kaio (Jorge) que é meu aluno. A rapaziada daqui tem que colocar óleo, os caras são duros, mas daqui a pouco eles pegam, eu vou ensinando", brincou.

Durante a entrevista exclusiva do UOL Esporte com Jean Lucas, o volante falou sobre suas origens no futebol e também a tragédia no Ninho do Urubu. Você confere a segunda parte da conversa com o volante santista neste sábado.