Topo

Brasileirão - 2019


Fluminense tem gol anulado por VAR, e Botafogo vence clássico no Maracanã

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-05-11T17:59:06

11/05/2019 17h59

Na abertura da quarta rodada do Campeonato Brasileiro, o Botafogo conseguiu segurar o ímpeto ofensivo do Fluminense no Maracanã e venceu o clássico por 1 a 0, na tarde de hoje, com gol de cabeça de Alex Santana. O Tricolor marcou duas vezes, mas ambos os gols foram anulados por impedimento - um deles após intervenção do VAR.

Com o resultado, o Botafogo chega a nove pontos, mesmo número do líder Atlético-MG, mas pode ser ultrapassado até o fechamento da rodada. Já o Fluminense passa a acumular três derrotas no Brasileiro e cai para o 14º lugar, com apenas três pontos conquistados.

O próximo compromisso tricolor pelo nacional será no próximo sábado (18), contra o Cruzeiro. Na quarta-feira (15), pela Copa do Brasil, o Fluminense recebe o mesmo oponente no Maracanã. O Botafogo, por sua vez, volta a campo no domingo, quando visita o Goiás no Serra Dourada pelo Brasileirão.

Os melhores: Carli e Gabriel

A dupla de zaga do Botafogo foi muito bem, ganhando a maioria das bolas pelo alto e com cortes precisos pelo chão para segurar a pressão tricolor. Graças a eles, os erros do garoto Fernando foram minimizados, e o goleiro Gatito teve menos trabalho. No ataque do Flu, destaque para Caio Henrique, que incomodou os marcadores.

O pior: Fernando

A falta de experiência pesou para o lateral direito de 20 anos. Em seu segundo jogo como profissional, o defensor do Botafogo tomou algumas bolas nas costas e teve muita dificuldade para travar as investidas de Yony González, Caio Henrique e Daniel, que fizeram o que bem entenderam pelo lado esquerdo do ataque. Foi salvo pelos zagueiros.

Fluminense tem dois gols anulados

Com auxílio do VAR, o árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza anulou dois gols dos donos da casa, ambos no segundo tempo. Aos 18 minutos, Ganso cobrou falta na área e Luciano cabeceou, mas o assistente marcou impedimento, confirmado pelo árbitro de vídeo. Já na reta final, quando o Botafogo já vencia por 1 a 0, Matheus Ferraz aproveitou sobra de uma bola de Pedro no travessão e marcou. Porém, após um minuto, o VAR anunciou que o lance foi ilegal por impedimento do centroavante. Gol anulado.

Com dois meias, Flu se lança ao ataque

Diniz mandou a campo um time mais ofensivo, com Ganso e Pedro juntos no time titular pela primeira vez no lugar dos três volantes. A postura refletiu em mais chances de gol: foram nove, contra três do rival no primeiro tempo, mas faltou capricho no último passe. Na melhor chance, Luciano roubou a bola de Bochecha, invadiu a área e driblou dois marcadores, mas chutou em cima do goleiro e ouviu muitas reclamações de Pedro, que estava livre na pequena área.

Botafogo se fecha e busca espaços

Contra um time mais ofensivo, Botafogo se fechou bem na defesa, mas sofreu com a marcação pressão do Fluminense. As melhores chances saíram na bola parada ou justamente em erros na marcação alta tricolor, que abria espaço para contra-ataques. Contudo, faltou pontaria para os atacantes do Botafogo.

Ritmo cai, mas Alex Santana marca

Depois de martelar a defesa do Botafogo por todo o primeiro tempo, o Fluminense pisou no freio depois do intervalo. Teve uma boa chance com Caio Henrique, que parou em defesa de Gatito, mas o ritmo do jogo caiu, com os dois times trocando passes em busca de espaços. Alex Santana - que ganhou chance no time titular porque João Paulo estava com dores e já havia sido xingado por Erik por um passe errado - se redimiu e fez valer a oportunidade. Aos 26 minutos, recebeu cruzamento de Jonathan, subiu mais alto que a defesa e cabeceou para o fundo das redes, colocando o Botafogo na frente. Foi seu sétimo gol na temporada.

Exigido no fim, Gatito se consagra

Depois de sofrer o gol, o Fluminense voltou a acordar no jogo, enquanto o Botafogo fazia o que podia para passar o tempo. Depois do gol anulado de Matheus Ferraz, o time tentou arriscar de fora, principalmente com Caio Henrique e Léo Artur, mas o goleiro Gatito estava ligado e fez boas defesas para garantir o triunfo do Botafogo.

Botafogo faz homenagem ao Dia das Mães

O Botafogo entrou em campo para o hino com o emblema todo pintado de preto, sem a estrela solitária, escondida por uma fita. A ação, em parceria com a ONU Mulheres, foi uma homenagem de Dia das Mães às mulheres que criam seus filhos sozinhas. Segundo o IBGE, há 11,6 milhões de famílias lideradas por mães solteiras no Brasil.

Flu segue com ação para adoção

Do outro lado, o Fluminense entrou em campo com um grupo de crianças do projeto "Adote um Vencedor", que estimula a adoção de crianças acima de sete anos de idade. Eles acompanharam o jogo no Maracanã.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 0 X 1 BOTAFOGO

Data e hora: 11 de maio de 2019 (sábado), às 16h (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Motivo: 4ª rodada do Campeonato Brasileiro
Público e renda: 22.350 pagantes / 24.600 presentes / R$ 608.010,00
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
VAR: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Cartões amarelos: Daniel, Carli, Erik, Gustavo Bochecha, Leonardo Valencia, Allan, Jonathan, Fernando Diniz e Ganso
Gols: Alex Santana, aos 26' do segundo tempo

FLUMINENSE: Rodolfo; Gilberto, Nino (Kelvin), Matheus Ferraz e Caio Henrique; Allan, Daniel (Léo Artur) e Ganso; Luciano, Yony González e Pedro. Técnico: Fernando Diniz

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Fernando, Gabriel, Carli e Jonathan; Gustavo Bochecha; Erik (Leonardo Valencia), Cícero, Alex Santana (Rickson) e Pimpão (Yuri); Diego Souza. Técnico: Eduardo Barroca

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi publicado, o jogo terminou com vitória com Botafogo, e não empatado. A informação foi corrigida.
ESPN e Ei PLus

Assista a todos os jogos e programas de ESPN e El Plus sem TV a cabo.