Topo

Brasileirão - 2019


Athletico marca no início, bate o Bahia e volta a vencer no Brasileirão

Do UOL, em São Paulo

12/05/2019 20h52

Depois de dois tropeços, o Athletico-PR voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. O time recebeu a visita do Bahia na Arena da Baixada hoje e fez a lição de casa ao vencer por 1 a 0, com gol de Rony, anotado aos 10 minutos do primeiro tempo.

O Athletico entrou em campo com força máxima e rapidamente tomou conta do jogo. Com Rony inspirado, o time abriu o placar logo aos 10 minutos. Melhor em campo, a equipe ficou mais perto do segundo gol e voltou a balançar as redes com Rony, mas o árbitro marcou impedimento no início da jogada. O Bahia melhorou apenas na segunda etapa, quando passou a marcar pressão e finalizar mais a gol.

Com o resultado, o Athletico chegou aos sete pontos e assumiu a sexta colocação do Brasileirão. Agora, a equipe do técnico Tiago Nunes volta suas atenções para a Copa do Brasil. O time visita o Fortaleza, na quinta-feira (16), na primeira partida das oitavas de final. Já o Bahia estacionou nos seis pontos e caiu para a oitava colocação. O time volta a campo somente no domingo (19), contra o São Paulo, pelo Brasileirão.

Cleber Yamaguchi/AGIF
Imagem: Cleber Yamaguchi/AGIF

Quem foi bem: Rony

Rony infernizou a defesa do Bahia no primeiro tempo. O atacante veloz e habilidoso não deu sossego para os marcadores e entrou ligado na partida. Logo aos 10 minutos, pegou rebote de Douglas e mandou para o fundo das redes. Ainda no primeiro tempo, voltou a balançar as redes, mas o lance não valeu.

Quem foi mal: Ramires

Um dos principais nomes do Bahia, o jovem Ramires não teve grande noite. O jogador precisou abrir mão do ataque para ajudar a apoiar seus companheiros na defesa e ficou sobrecarregado. No segundo tempo, saiu para a entrada de Shaylon, que melhorou a saída de bola do time e, consequentemente, o ataque.

Tiago Nunes surpreende e vem com titulares

O Athletico atuou pela Libertadores no meio da semana e foi derrotado pelo Boca Juniors. Com pouco tempo para se preparar, o clube precisou treinar na última sexta-feira ainda na Argentina. Com o cansaço dos jogadores e um jogo da Copa do Brasil em vista, o técnico Tiago Nunes dava indícios de que iria entrar com time reserva, mas surpreendeu e colocou alguns de seus principais atletas, como Renan Lodi, Rony, Marco Ruben e Bruno Guimarães.

Athletico tem início arrasador

O Athletico viu o Bahia marcar pressão nos minutos iniciais do duelo, mas logo encaixou seu característico jogo de velocidade e dominou praticamente todo o primeiro tempo. Com Rony muito bem, o time abusou de jogadas laterais e encontrou espaços para jogar. Superior na partida, Rony abriu o placar após aproveitar rebote do goleiro Douglas, que fez bela defesa em chute de Marco Ruben.

Rony tem gol anulado

Minutos após a abertura do placar, Renan Lodi recebeu belo lançamento e, de primeira, mandou para Rony, que girou e mandou para o fundo das redes. Quando o jogador já comemorava, o bandeira Daniel Henrique da Silva assinalou impedimento, marcando posição irregular de Lodi na origem do lance.

Bahia cresce, mas não consegue o gol

Na volta do intervalo, o Bahia voltou com outro ritmo e rapidamente passou a incomodar o rival. Com o Athletico mais recuado e esperando um contra-ataque para matar o jogo, os baianos finalizaram bem com Fernandão, mas Santos apareceu para salvar os donos da casa. O cansaço dos jogadores do time paranaense passou a ficar evidente, e o Bahia tentou aproveitar. Gilberto entrou no lugar de Fernandão, e Élber substituiu Rogério, dando fôlego novo ao ataque. A defesa do Athletico, mesmo com o cansaço, não voltou a dar espaços.

Equipes pedem pênalti

Em pouco menos de três minutos, dois lances chamaram a atenção das duas torcidas. Rony disputou bola na pequena área com Lucas Fonseca e foi ao chão. Os jogadores do Athletico pediram pênalti, e o lance seguiu até a bola sair pela linha lateral. O árbitro rapidamente analisou a jogada e mandou o lance seguir. Na sequência, o Bahia foi com velocidade para o ataque e Fernandão disputou bola com Paulo André e caiu. O árbitro voltou a consultar o VAR e não encontrou irregularidade.

Homenagem ao "Bigode"

Maior artilheiro da história do Athletico, o atacante Barcímio Sicupira foi homenageado na Arena da Baixada pelos 75 anos de vida, completos na última sexta-feira. Um dos maiores ídolos do clube, Sicupira anotou 154 gols com a camisa do time paranaense. Na Arena, torcedores foram presenteados com bigodes "postiços" de plástico, em homenagem ao ex-jogador "bigodudo".

Gilberto discute com torcedor

No banco de reservas, o atacante Gilberto não teve muita paciência com as críticas da torcida do Athletico. Após reclamar com os torcedores, Gilberto precisou ser contido pelos companheiros, que temiam o pior para o jogador, que poderia receber cartões mesmo no banco. A equipe de segurança da Arena orientou o torcedor "corneteiro", mas não adiantou.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO-PR 1 x 0 BAHIA

Data: 12 de maio de 2019
Local: Arena da Baixada, em Curitiba-PR
Hora: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)
Árbitro de Vídeo: José Claudio Rocha Filho (SP)
Cartões amarelos: Erick e Renan Lodi (Athletico); Paulinho, Gregore e Nino Paraíba (Bahia)
Gol: Rony aos 10 minutos do primeiro tempo (Athletico)

Athletico: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi (Márcio Azevedo); Erick, Léo Cittadini (Lucho González), Bruno Guimarães e Nikão; Rony (Marcelo Cirino) e Marco Ruben
Técnico: Tiago Nunes

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Ernando e Paulinho; Douglas e Gregore; Ramires (Shaylon); Artur, Rogério (Élber) e Fernandão (Gilberto)
Técnico: Roger Machado