Topo

Palmeiras

Em alta no clube, Felipe Melo aguarda Palmeiras para falar sobre renovação

Marcello Zambrana/AGIF
Felipe Melo tem sido um dos destaques do Palmeiras na temporada Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Danilo Lavieri, Leandro Miranda e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em São Paulo e em Assunção (Paraguai)

2019-05-14T04:00:00

14/05/2019 04h00

Atravessando uma de suas melhores fases no Palmeiras e acumulando ótimas atuações desde o começo da temporada, Felipe Melo vive a incerteza sobre a renovação de seu contrato, que se encerra no final deste ano. A diretoria alviverde quer e confia na permanência do jogador, que completará 36 anos em junho e foi recentemente elogiado por Felipão, mas ainda não vê o melhor momento para abrir conversas sobre o tema.

Da parte de Felipe Melo, a vontade também é permanecer no Verdão. Ele se sente bem com as condições de trabalho oferecidas pelo clube, que dão a ele a possibilidade de se manter em alto nível regularmente apesar da idade. O jogador, aliás, gostaria de acertar sua renovação antes da média normalmente adotada pelo Palmeiras, mas aguarda uma iniciativa do clube.

O Palmeiras costuma deixar renovações de contrato mais para a parte final da temporada. Já foi assim com Fernando Prass, Jailson e Edu Dracena, que renovaram juntos no final de novembro do ano passado, e até mesmo em casos como os dos laterais Marcos Rocha e Mayke, que foram adquiridos em definitivo também no fim do ano.

Dentro do Palmeiras, Felipe Melo é avaliado de forma positiva. A personalidade forte do jogador já causou alguns atritos, como foi o caso da briga com o técnico Cuca em 2017, mas ele é querido e respeitado pelo grupo. Depois da vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG, Felipão disse que Melo foi o melhor em campo e exaltou o controle que o jogador exerce sobre o meio-campo, tanto na parte defensiva quanto para iniciar os ataques com passes de qualidade.

Em campo, o camisa 30 tem feito jus aos elogios. Além da excelência técnica, está mais disciplinado. Depois de um 2018 conturbado, com 26 cartões amarelos e dois vermelhos em 55 jogos, o volante tem demonstrado mais controle. Desde que foi expulso aos 3 minutos de jogo contra o Cerro Porteño nas oitavas de final da Libertadores, em agosto do ano passado, seu comportamento melhorou. Em 2019, são sete amarelos em 20 jogos, e ele tem reclamado de cartões que considerou injustos por parte da arbitragem.

A ótima fase de Felipe Melo também tem mantido o jogador fora do rodízio de Felipão mais do que o normal. Apesar de o treinador ser fã declarado do principal concorrente pela posição, Thiago Santos, Melo tem atuado na grande maioria das partidas e sido um dos mais ovacionados pela torcida. A expectativa do jogador, agora, é que isso se estenda até o final da temporada, e também para a próxima.