Topo

Futebol


Presidente do Flamengo será chefe de delegação do Brasil na Copa América

Sttaff Images / Flamengo
O executivo Rodolfo Landim foi eleito presidente do Flamengo em eleição realizada em dezembro Imagem: Sttaff Images / Flamengo

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no RIo de Janeiro (RJ)

2019-05-17T12:19:26

17/05/2019 12h19

O presidente do Flamengo Rodolfo Landim será o chefe de delegação da seleção brasileira na Copa América, que acontecerá no Brasil, entre 14 de junho e 7 de julho. O anúncio foi feito na manhã de hoje (17), durante evento em que o técnico Tite revelou a lista de jogadores convocados para competição, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro.

Landim, eleito em pleito realizado em dezembro do ano passado, durante a campanha, apontava que gostaria de melhorar a relação do Rubro-Negro com as diversas esferas que comandam o futebol, como a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), CBF e Conmebol, que, segundo ele, havia sido desgastada nos últimos anos.

Recentemente, uma movimentação de Landim fez a CBF recuar em relação a uma mudança de data do jogo, a volta das oitavas da Copa do Brasil. Flamengo e Corinthians, inicialmente, se enfrentariam no dia 4 de junho e houve uma mudança para o dia 6, porém, após uma ligação do presidente rubro-negro, o duelo voltou para o dia marcado primeiramente.

Esta não será a primeira vez que um mandatário do Flamengo é convidado a chefiar a delegação da seleção em uma Copa América. Em 2016, o então presidente Eduardo Bandeira de Mello foi chamado para comandar o grupo que disputaria a Copa América Centenário, que aconteceu nos Estados Unidos. À época, o dirigente rubro-negro foi criticado por ter sido um momento em que o clube vinha de atritos com a CBF e o time não passava por um bom momento. Alegando o longo tempo que ficaria longe das obrigações com o Rubro-Negro, ele acabou pedindo dispensa do cargo.

A Copa América será disputada entre 14 de junho e 7 de julho e terá como cidades-sede Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador. O Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil e a Libertadores, competição nas quais o Flamengo está envolvido, não terão partidas neste período.

Mais Futebol