Topo

Esporte


Revista francesa busca personalidades e dá "11 dicas para Neymar crescer"

Reprodução/France Football
France Football busca personalidades e dá "11 dicas para Neymar crescer" Imagem: Reprodução/France Football

Do UOL, em São Paulo

2019-05-21T11:02:12

21/05/2019 11h02

Neymar já completou duas temporadas com a camisa do Paris Saint-Germain e ainda parece longe de ser uma unanimidade. Por causa da nova lesão no quinto metatarso do pé direito, o brasileiro ficou fora dos gramados por um bom tempo e causou confusões quando voltou: se desentendeu com a arbitragem e agrediu um torcedor adversário. Com isso, a revista "France Football" decidiu colher algumas dicas de personalidade do mundo do futebol especialmente para o atacante.

Com o título "11 dicas para crescer", a revista traz a opinião de diferentes pessoas, todas elas ligadas ao futebol. Entre as personalidades estão três brasileiros: o consultor de marketing e gestão esportiva Amir Somoggi, o atacante Luís Fabiano e o ex-técnico René Simões.

"Nervoso, iluminado, silencioso, irritante e arredio. Neymar mostrou várias faces durante a passagem pelo PSG. A France Football reúne conselhos de especialistas para que ele seja uma unanimidade na próxima temporada", explicou a publicação na reportagem.

O brasileiro tem o comportamento questionado muito por conta da recente agressão a um torcedor francês. A publicação relata que "fora de campo o jogador tem atitudes baixas e precisa mudar".

Renê Simões é famoso por criticar Neymar desde 2011 com a frase "estamos criando um monstro" pelo comportamento do jogador apresentado em seu período no Santos. "O PSG tem que mostrar quem manda", opinou o treinador em sua coluna na publicação.

"Ele deve tornar-se invisível fora de campo", é o título da opinião de Luis Fabiano.

"O PSG tem o direito de ser exigente com ele", opina Amir Somoggi.

O empresário Jean-Pierre Bernès, por exemplo, diz que o PSG tem o direito de ser exigente com Neymar. Ele também acredita que o brasileiro ainda tem condições e vontade de vencer o prêmio "Bola de Ouro".

"Já faz dois anos que ele está em Paris. Teve tempo suficiente para ter uma ideia da Ligue 1 e do time. Neymar ainda não trouxe o que deveria para o PSG. Ele tem todos os direitos, mas o PSG tem o direito de ser exigente com ele. O jogador ainda não cumpriu os investimentos realizados por ele", declarou o empresário.

O ex-jogador Youri Djorkaeff acredita que Neymar também se sente frustrado por não ter conquistado o que era esperado. Para isso, o ex-atleta fala que o brasileiro precisa ter jogadores experientes ao lado para protegê-lo.

"A primeira coisa que o PSG deve fazer é construir um meio-campo que consiga dominar a partida e deixar os outros jogarem à frente. Para fazer o Neymar brilhar, eles devem absolutamente fortalecer este setor do campo", opinou.

Confira outras dicas:

Jean-Marcel Ferret (ex-médico da seleção francesa)

"Reforçar os músculos do tornozelo"

Tony Chapron (ex-árbitro francês)

"Por que não trabalhar com um árbitro?"

Laurent Perrin (setorista do PSG no jornal "Le Parisien")

"Se abra um pouco mais"

Frank Tapiro (publicitário francês)

"Quebre o ego"

Denis Troch (ex-jogador e técnico e fundador de uma empresa de coaching esportivo)

"Dê sentido à sua vida"

Roméo (torcedor do PSG)

"Seja mais amigável com os torcedores"

Mais Esporte