Topo

Esporte


Palmeiras reserva joga mal, mas arranca vitória no fim contra o Sampaio

Do UOL, em São Paulo

2019-05-22T21:11:49

22/05/2019 21h11

O Palmeiras colocou em campo uma formação quase toda reserva hoje no estádio Castelão, em São Luís (MA), e contou com um gol nos acréscimos do segundo tempo para vencer por 1 a 0 o Sampaio Corrêa no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O time alviverde teve dificuldades para criar e ficou longe do bom futebol apresentado nas últimas semanas. Moisés, de falta e contando com um frango do goleiro Andrey, fez o gol decisivo.

Felipe Melo, que está suspenso para o duelo contra o Botafogo, sábado, pelo Campeonato Brasileiro, foi o único titular que começou jogando. Felipão ainda lançou Deyverson e Dudu durante a partida.

O jogo de volta acontece na quinta-feira da semana que vem, dia 30, no Allianz Parque, às 20h. Não há regra do gol qualificado, ou seja: qualquer vitória por um gol de diferença do Sampaio leva a decisão para os pênaltis.

Cronologia do jogo

O Palmeiras começou bem o jogo, mas foi tendo cada vez mais dificuldades para armar jogadas de perigo e acertar passes. O Sampaio Corrêa se concentrou mais na defesa, ameaçando muito pouco o gol de Fernando Prass. Felipão tentou mudar o jogo com Deyverson e Dudu no segundo tempo, mas as mudanças surtiram pouco efeito. Já nos acréscimos, Moisés bateu uma falta de muito longe e contou com a colaboração do goleiro Andrey, que deixou passar.

O melhor: Hyoran quase faz golaço

Em um time quase totalmente reserva, com exceção de Felipe Melo, o destaque ficou por conta da movimentação de Hyoran. Escalado aberto pela esquerda, o camisa 28 teve boa participação nos lances de ataque e quase fez um golaço no primeiro tempo em cobrança de falta, parando em defesa espetacular do goleiro Andrey. Foi substituído por Dudu no segundo tempo.

O pior: Carlos Eduardo desperdiça chance

Em nova oportunidade de começar como titular do Palmeiras, o atacante contratado por R$ 23 milhões voltou a render abaixo do esperado. Carlos Eduardo errou alguns passes e domínios fáceis, teve dificuldade para escapar da marcação do Sampaio e, na melhor oportunidade do Palmeiras no primeiro tempo, recebeu um passe limpo de Lucas Lima para sair na cara do gol, mas bateu para fora.

Arthur Cabral faz pouco e dura só meio tempo

A grande novidade na escalação do Palmeiras, repleta de reservas, foi Arthur Cabral. O jovem centroavante foi o escolhido de Felipão e deixou Borja no banco, mas apareceu bem pouco no jogo e foi substituído no intervalo. Sem muita mobilidade, ele foi presa fácil para a defesa do Sampaio e ainda sofreu com a falta de criação do meio-campo. Foi o escolhido para dar lugar a Deyverson depois de um primeiro tempo apagado.

O jogo do Palmeiras: lampejos de bom futebol

Com um time quase todo reserva, o Palmeiras sofreu para criar chances claras no Castelão. O trio formado por Carlos Eduardo, Lucas Lima e Hyoran até tentou, mas esbarrou em muitos erros de passe. O gramado irregular também atrapalhou. Houve apenas alguns lampejos de bom futebol, como uma troca de passes que terminou com Moisés chutando com perigo no começo da partida. Defensivamente, a equipe foi segura e levou poucos sustos.

O jogo do Sampaio: marcação forte e pouca criação

O time maranhense entrou com a proposta de se defender e conseguiu fazer isso bem. Diante de um Palmeiras que sofreu com o gramado e com erros de passe, o Sampaio levou relativamente pouca pressão e conseguiu segurar o ímpeto dos alviverdes. No ataque, tentou explorar contragolpes em velocidade, mas fez pouco. A melhor oportunidade veio após Fernando Prass sair mal em uma cobrança de escanteio, mas Salatiel cabeceou para fora e perdeu a chance.

Sampaio pede pênalti, mas juiz manda seguir

Logo aos 2 minutos de jogo, o atacante João Paulo foi lançado na área e caiu após choque com o lateral palmeirense Mayke. Os jogadores do Sampaio Corrêa ficaram pedindo pênalti, mas a arbitragem assinalou apenas escanteio.

Goleiro do Sampaio fica sangrando após choque

Reprodução/SporTV
Imagem: Reprodução/SporTV

Aos 12 minutos da segunda etapa, o goleiro Andrey e o atacante Carlos Eduardo se chocaram na grande área. O jogador do Sampaio Corrêa levou a pior e sofreu um corte na testa, que sangrou bastante. Após o atendimento médico, ele conseguiu voltar para a partida, mas caiu de novo aos 25 minutos. Após receber novos cuidados, ele ficou no jogo até o fim e falhou feio no gol de Moisés.

Prass dá sustos no palmeirense

Escalado no lugar de Weverton, o ídolo palmeirense teve atuação insegura no Castelão. Em dois lances perigosos, ele foi mal e deu sustos na torcida alviverde. Primeiro, em cobrança de escanteio, saiu errado pelo alto e permitiu que Salatiel cabeceasse para fora. Já na segunda etapa, largou um cruzamento à meia-altura dentro da área, mas conseguiu consertar ao fazer a defesa em seguida.

FICHA TÉCNICA
SAMPAIO CORRÊA 0 x 1 PALMEIRAS

Data: 22/05/2019
Local: Estádio Castelão, em São Luís (MA)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Helton Nunes e Alex dos Santos (ambos de SC)
Cartões Amarelos: Douglas Assis (Sampaio Corrêa)
Cartão Vermelho: não houve
Gol: Moisés, aos 46 minutos do segundo tempo

Sampaio Corrêa: Andrey; Everton, Douglas Assis, Moisés Lucas e Felipe Dias; Eloir, Diones, Dedé e Cleitinho (Esquerdinha); João Paulo (Gustavo) e Salatiel. Treinador: Julinho Camargo.

Palmeiras: Fernando Prass; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luís; Felipe Melo, Moisés e Lucas Lima (Felipe Pires); Carlos Eduardo, Hyoran (Dudu) e Arthur Cabral (Deyverson). Treinador: Luiz Felipe Scolari.

Mais Esporte