Topo

Santos

Renovação de contrato de novo Menino da Vila foi pedido direto de Sampaoli

Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC
Alexandre Tam, do Santos, comemora gol pelo Brasileiro de Aspirantes Imagem: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, de Santos

2019-06-19T04:00:00

19/06/2019 04h00

O meia-atacante Alexandre Tam assinou renovação de contrato com o Santos no início da semana. O novo vínculo é válido até 2022 e tem multa rescisória de 50 milhões de euros. A negociação evoluiu depois de um pedido direto do técnico Jorge Sampaoli.

O jogador já vinha agradando ao treinador argentino durante os treinamentos do grupo de "sparrings", mas foi atuando pelo time de aspirantes que Tam cavou sua vaga no profissional. O Peixe venceu o Coritiba por 3 a 1, pelo Brasileiro de Aspirantes, quando Sampaoli esteve in loco acompanhando a grande exibição do meia-atacante, e também do volante Jobson.

Depois da partida, Sampaoli conversou com Alexandre Tam e comunicou que ele subiria ao time profissional e já viajaria com o grupo para o Ceará. Sem Derlis e Cueva, convocados para a Copa América, e Rodrygo, que não foi liberado pela CBF, Tam ficou no banco de reservas nos três últimos jogos do Brasileiro antes da parada.

Como Rodrygo já se apresentou ao Real Madrid (ESP), Sampaoli solicitou diretamente a renovação do contrato do novo Menino da Vila, que tinha vínculo válido somente até o final deste mês.

Tam segue disponível para a equipe de Aspirantes, e inclusive marcou um gol na vitória por 3 a 1 sobre o Paraná no início do mês, mas agora pertence ao elenco profissional do Peixe. O treinador argentino pretende dar chances ao jogador no segundo semestre deste ano.

Três motivos colaboram para que o Menino da Vila ganhe espaço: a saída de Copete, a preferência de Sánchez pelo meio-campo e a boa fase de Eduardo Sasha como centroavante. Nos últimos jogos, por exemplo, Tam era a única opção de origem para o lado do campo no banco de reservas.