Topo

Internacional

Inter libera J. Alvez um ano após ver 'sacada' de mercado virar problema

Ricardo Duarte/Inter
Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Do UOL, em Porto Alegre

2019-06-23T04:00:00

23/06/2019 04h00

O Internacional confirmou que Jonatan Alvez não vai seguir no clube. O centroavante foi liberado da viagem a Atibaia, São Paulo, e deixará Porto Alegre até o final do mês. O empréstimo do uruguaio foi a tentativa de ter uma sombra para Leandro Damião, à época, titular da equipe de Odair Hellmann. Na prática, o negócio de ocasião se tornou um problema.

Alvez, 30 anos, estava emprestado ao Inter pelo Junior Barranquilla, da Colômbia.

Carrasco de Santos e Palmeiras na Libertadores de 2017, o centroavante chegou ao estádio Beira-Rio com status de reforço pontual. A chamada sacada, sinônimo para inspiração ou visão, de mercado.

O plano do Internacional era ter Jonatan Alvez como reserva imediato de Leandro Damião, então titular do time e dono da posição. Em 2018, Alvez jogou 17 partidas pelo Inter e marcou quatro gols. Tudo isso no Brasileirão.

Mesmo com as conclusões certas, o desempenho dele ficou bem abaixo do esperado. Assim, a diretoria se movimentou e ainda no ano passado contratou Paolo Guerrero. Na virada de ano, o Internacional chegou a liberar Jonatan Alvez para deixar Porto Alegre. Tanto assim que a cúpula foi atrás de Santiago Tréllez, do São Paulo. Só que a antiga aposta de reforço barato preferiu ficar no clube até o final do empréstimo.

Por quase seis meses, a comissão técnica lidou com um jogador aplicado no dia a dia. Mas sem perspectiva de seguir em Porto Alegre, sem ritmo de jogo e com outros concorrentes à frente na hierarquia interna por um lugar na equipe.

Em mais de uma oportunidade, o Inter invocou o profissionalismo ao falar de Alvez. Citou exemplos do futebol europeu para justificar a permanência do uruguaio no elenco até dias antes do fim do vínculo - tudo isso sem confirmação clara de saída.

Jonatan Alvez, em 2019, jogou cinco vezes e fez um gol. O gol da vitória diante do Caxias, na semifinal do Campeonato Gaúcho. Mesmo sendo decisivo naquela partida, ele nunca mudou de status internamente e sempre foi definido como atleta prestes a deixar o Beira-Rio.

É bem verdade que comportamento de Jonatan Alvez não deu dor de cabeça, contrariando histórico recente do jogador. Mas financeiramente o empréstimo dele não foi adequado. Tecnicamente a resposta ficou bem aquém do projetado. E a saída, confirmada na volta aos treinos, encerra a passagem do "charrua" por Porto Alegre.