Topo

"Sabemos que ele quer sair do PSG", diz presidente do Barça sobre Neymar

Neymar durante jogo do PSG  - Aurelien Meunier/PSG/Getty Images
Neymar durante jogo do PSG Imagem: Aurelien Meunier/PSG/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

05/07/2019 13h09

O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, concedeu entrevista coletiva hoje (05) para falar sobre os últimos acontecimentos envolvendo o clube, como a demissão do vice-presidente, Jordi Mestre, e os rumores sobre o possível retorno de Neymar.

Questionado sobre o atacante brasileiro, Bartomeu adotou um tom enigmático e disse apenas saber sobre o desejo de Neymar em deixar o Paris Saint-Germain.

"Sabemos que ele quer sair do PSG, mas também sabemos que o PSG não quer que ele saia. Não há nada", afirmou. "Não falamos de jogadores de outros times por respeito institucional."

Bartomeu também negou que Lionel Messi pediu pessoalmente o retorno de Neymar ao Barcelona.

"Isso é algo da imprensa, mas Messi não pede jogadores. Quer jogar, quer um bom time, competitivo, mas as decisões são sempre do clube", analisou.

Ainda sobre o assunto Neymar, Bartomeu foi questionado pela imprensa se achava que Dembélé era melhor que Neymar. "Para mim, sim. Dembélé é um jogador diferente e queremos que continue jogando aqui".

Essa não foi a primeira vez que Bartomeu colocou o francês acima do brasileiro. Em março deste ano, ele concedeu uma entrevista à "Cadena SER" e afirmou que Dembélé era melhor. Além disso, ressaltou a pouca idade do atacante (22 anos). "O Barcelona está construindo um futuro com jogadores jovens".

Os rumores sobre o retorno do atacante brasileiro ao clube catalão tomaram conta da imprensa espanhola nos últimos dias. O jornal "Sport" chegou a dizer que a saída do vice-presidente do Barça, Jordi Mestre, estava relacionada com uma possível negociação envolvendo o camisa 10 do PSG. Bartomeu aproveitou a entrevista coletiva para negar qualquer relação entre a saída de Mestre e uma possível volta de Neymar.

"Não tem nada a ver com Neymar. Como eu disse antes, é normal uma diretoria ser discrepante em muitos temas. Ele preferiu deixar cargo", disse.

Na entrevista de hoje, Bartomeu também foi questionado sobre a situação de Philippe Coutinho. Assim como Dembélé, o presidente disse que o brasileiro é "imprescindível para o nosso projeto".

Mais Barcelona